MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 20 de abril de 2024    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional Soares dos Reis
N.º de Inventário:
10.3 Div MNSR
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Traje
Denominação:
Chapéu armado / Peças da farda D. Pedro IV
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Portugal
Oficina / Fabricante:
Francisco Costa - Rua do Telhal, nº 70, Lisboa
Datação:
1820 d.C. - 1832 d.C.
Matéria:
Bicórnio: pelúcia de seda Guarnições: penas brancas de avestruz (?); fitas: fio de seda azul e branco; fio metálico dourado Botão: metal dourado Forro: fio de seda azul Estrutura: cartão
Técnica:
Tecido do forro: tafetá Fitas: gorgorão
Dimensões (cm):
altura: 28 ; 17,5; largura: 14; comprimento: 45;
Descrição:
Chapéu armado em pelúcia de seda preta, decorado na parte superior com penas brancas; de um dos lados tem um cocar, constituído por fitas de gorgorão em azul e branco - uma laçada em forma de cruz (?) - e sobre esta laçada vários cordões em fio metálico dourado enrolados em espiral, e um botão metálico com as armas reais. O interior da copa é forrado de seda azul clara e remata com uma fita larga de seda branca, ajustável nesse ponto por meio de um cordão de seda azul.
Incorporação:
Doação - Doação da Duquesa de Bragança, a Senhora D. Amélia Augusta ao "Atheneu D. Pedro" (Museu Portuense).
Origem / Historial:
Está inventariada juntamente com o "óculo" e o"cinturão" (nº 10 Div MNSR) que pertenceram a D. Pedro IV e foram doadas ao Museu Portuense por Sua Magestade Imperial a Senhora Duquesa de Bragança D. Amélia, a pedido de João Baptista Ribeiro (doc. citado na bibliografia: Viana, "Os Museus do Porto no Século XIX"). As peças referidas aparecem na "Relação dos objectos existentes no Museu Nacional de Soares dos Reis, pertencentes ao Estado", (no capítulo "Diversos"), datada de 1 de Novembro de 1932 e assinada por João Marques da Silva e por Vasco Valente, respectivamente, director da Escola de Belas Artes e do Museu Soares dos Reis.
Registos Associados
Património Móvel
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica