MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contacts  separator  Help  separator  Links  separator  Site Map
 
Saturday, April 20, 2024    INTRODUCTION    ORIENTED RESEARCH    ADVANCED RESEARCH    ONLINE EXHIBITIONS    INVENTORY GUIDELINES 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
OBJECT DETAILS
Museum:
Museu Grão Vasco
Inventory number:
2318
Supercategory:
Arte
Category:
Pintura
Name:
Paisagem
Title:
Trecho do Povoado-Silgueiros
Date / Period:
1918 A.D
Material:
Óleo
Holder:
Tela
Measurments (cm):
height: 38; width: 51;
Description:
Paisagem rural com casario, rodeada de vegetação. Por entre os arbustos e árvores destacam-se vários telhados avermelhados. Na margem inferior, ao centro, um pequeno arbusto espreita com as suas escassas ramagens vermelhas. Do lado direito, junto à vegetação que abraça o aglomerado habitacional, deparam-se dois arbustos de abundante folhagem avermelhada. Para além do casario observam-se montanhas de tonalidades azuis, sugerindo o seu afastamento em relação aos restantes planos da composição.
Incorporation:
Compra - Adquirida na Exposição de Pintura de Joaquim , SNBA, Lisboa, 1919.
Origin / History:
A pintura Trecho de Povoado – Silgueiros, obra executada em 1918, foi exposta, pela primeira vez, na Exposição de Pintura de Joaquim Lopes, realizada na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa, em março de 1919, integrando um conjunto de vistas do núcleo da Beira Alta. É nesta exposição que Almeida Moreira a seleciona e adquire, por duzentos escudos, para o Núcleo de Arte Moderna do Museu de Grão Vasco. Esta paisagem possui a particularidade de ser a primeira obra do artista Joaquim Lopes a ser incorporada na coleção de pintura do Museu de Grão vasco. Como o museu se encontrava em fase de organização, a pintura foi exposta na sala de reuniões da Câmara Municipal de Viseu, de onde terá saído para integrar a Exposição de Joaquim Lopes no Museu de Grão Vasco, em 1927, a que se seguiu a inclusão na Sala de Arte Contemporânea (nº28) e que posteriormente integrou a Sala dos Mestres Contemporâneos Portugueses. A pintura foi publicada na revista Ilustração Portuguesa, de 31 de março de 1919, juntamente com outras: uma cena de costumes intitulada "Sob os arcos da Ribeira" e de um retrato denominado "Farniente", traduzindo assim o género de pintura produzida na época, ainda muito ligada aos conceitos naturalistas e românticos.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Terms & Conditions  separator  Credits