MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
terça-feira, 20 de novembro de 2018    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu da Música
N.º de Inventário:
MM 47
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Instrumentos musicais
Denominação:
Violoncelo CHEVILLARD-REI DE PORTUGAL
Autor:
Stradivari, António
Local de Execução:
Itália- Cremona
Centro de Fabrico:
Itália
Oficina / Fabricante:
Cremona
Datação:
1725 d.C.
Matéria:
Pinho de Flandres, Ácer, ébano, metal
Dimensões (cm):
altura: a=123; largura: l1=336;l2=233;l3=438; comprimento: C=1222;c=756;
Descrição:
Cordofone com cavalete, com braço, friccionado com arco, quatro cordas, quatro cravelhas e aberturas acústicas em f, forma B. Possui um tampo de duas metades em pinho de Flandres de veio largo; costilhas e costas de duas metades em ácer; filete duplo; cabeça em voluta de outro stradivarius.
Incorporação:
Legado - Proveniente da Colecção de D. Luis, Palácio Nacional da Ajuda (Colecções Reais); cedido ao Conservatório Nacional por decreto de 5 de Agosto de 1937
Origem / Historial:
Bem cultural móvel classificado como de interesse nacional (Tesouro Nacional) pelo Decreto n.º 19/2006, de 18 de Julho, e respectiva declaração de rectificação n.º 62/2006, de 15 de Setembro. MNM 47 Violoncelo O violoncelo stradivarius 'Chevillard-Rei de Portugal', que integra o espólio do Museu Nacional da Música, está classificado como Tesouro Nacional e é o único instrumento em Portugal com a assinatura do construtor António Stradivari (1644-1737). Anteriormente havia pertencido ao violoncelista belga e professor do Conservatório de Paris Pierre Chevillard (1811-1877), que manteve o instrumento musical até à sua morte. Pouco tempo depois, e por intermédio da família de construtores Vuillame, o violoncelo passou para as mãos do rei D. Luís I (1838-1889), que tinha uma pequena colecção de instrumentos musicais. Este monarca, dotado de uma sensibilidade artística única era também violoncelista e compositor amador. Stradivari nasceu e trabalhou em Cremona, foi discípulo de Nicolo Amati, e os seus instrumentos foram considerados de excelência, do ponto de vista tonal, de beleza e de precisão de acabamentos. Em 1725, data da construção deste exemplar, Stradivari tinha 81 anos. O violoncelo foi construído com a famosa forma “B”, a mais célebre de entre as diversas utilizadas por Stradivari. Desta “idade de ouro” do construtor, que ocorreu entre 1707 e 1726, sobreviveram apenas cerca de duas dezenas de exemplares Recentemente, o instrumento musical foi apresentado no Grande Auditório da Fundação Gulbenkian e gravado por Pavel Gomziakov para a editora Onyx por duas vezes. Tem sido regularmente tocado no ciclo de instrumentos históricos “Um Músico, Um Mecenas” por músicos como Paulo Gaio Lima, Irene Lima, Maria José Falcão, Filipe Quaresma, Pavel Gomziakov ou Levon Mouradian. ___________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ CONCERTOS Bruno Borralhinho e Christoph Berner: 24 e 25 de Novembro de 2012 | 16h - Integral de Beethoven para violoncelo e piano UM MÚSICO, UM MECENAS - ciclo de concertos com instrumentos históricos Um Músico, Um Mecenas 2013 Recital por Levon Mouradian (violoncelo stradivarius) e Jenny Silvestre (cravo) que interpretam Pietro Locatelli e J. S. Bach - 14 de Setembro Um Músico, Um Mecenas 2014 Clélia Vital - Suites de Bach - 17 e 18 de Maio Pavel Gomziakov (violoncelo stradivarius) e Jill Lawson (piano Bechstein 1925) - Johann Sebastian Bach, Franz Liszt e César Franck - 1 de Outubro Um Músico, Um Mecenas 2015 Irene Lima e João Paulo Santos - Música no Tempo de D. Luís I - 18 de Maio de 2015 Paulo Gaio Lima - Bach, Schenck, Scipriani, Biber - 1 de Outubro de 2015 com a presença da violoncelista Madalena Sá e Costa, mestre de Paulo Gaio Lima. Pavel Gomziakov - 'Música por uma Causa' no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian - 18 de Outubro de 2015 | 19h - lotação esgotada Um Músico, Um Mecenas 2016 Levon Mouradian (violoncelo stradivarius) e Marina Dellalyan no piano Bechstein (1925) | Schubert, Schumann e Chopin. - 18 de Maio https://www.youtube.com/watch?v=SdZlnJtSZOQ Marco Pereira e Joana David - Sonatas de Beethoven e Brahms - 1 de Outubro 2017 Maio - Gravação de CD na Gulbenkian - Pavel Gomziakov -Violoncelo; Andrei Korobeinikov - Piano Compositores Russos Concerto Grande Auditório Fundação Gulbenkian - 2 de Junho de 2017 (concerto esgotado) Pavel Gomziakov e Andrei Korobeinikov tocam Sergei Taneyev, Nikolai Miaskovsky, Sergei Rachmaninov https://gulbenkian.pt/musica/evento/o-stradivarius-portugues/ Um Músico, Um Mecenas 2017 Maria José Falcão - 18 de Maio - BOCCHERINI, CHOPIN e FRANCK Filipe Quaresma e António Rosado - 1 de Outubro - César Franck e Bach Um Músico, Um Mecenas 2018 18 de Maio - Solista da orquestra Gulbenkian Varoujan Bartikian(violoncelo stradivarius) acompanhado por Lucjan Luc (piano Bechstein de 1925) __________________________________________________________________________________________ DISCOGRAFIA 1 -CD Duplo João Baptista André Avondano - Avondano Ensemble (4 Sonatas para Violoncelo e Baixo Contínuo e 2 Duetos para 2 Violoncelos) _______________________________________________________________________________________ 2 - CD Integral de Haydn para violoncelo e orquestra Pavel Gomziakov e Orquestra Gulbenkian pela editora ONYX Catalogue No: ONYX4151 "I am delighted to present my new album of the Haydn concertos for cello and orchestra which I made with the Gulbenkian Orchestra and the fantastic ‘Chevillard, King of Portugal’ 1725 Stradivarius cello." - Pavel Gomziakov BBC Music Magazine – Review for the wonderful new recording of Haydn's Cello Concertos from Pavel Gomziakov, featuring a very special cello indeed....one that had an armed police escort to the studio! ‘[The Concerto in D’s] rondo finale swings peacefully by, enlivened by Gomziakov’s delicate ornaments and octaves that tingle with precision’ “this fabulous instrument hasn’t been played regularly for a century, so his achievement in coaxing it to life is impressive indeed. Like old wine, it has depth, complexity, unpredictability, range and radiance, displaying both the ‘covered’ quality of a truly great instruments and a penetrating power of projection … Gomziakov…exudes easy sophistication and grace” Helen Wallace - BBC Music Magazine, September 2016 “These are immensely tender, intimate, readings from Gomziakov” Gramophone, September 2016
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica