MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 29 de setembro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
66 Mov
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Mobiliário
Denominação:
Contador
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Portugal
Datação:
1675 d.C. - 1725 d.C.
Matéria:
Pau santo, vinhático (estrutura), sicupira ? (aro da base), latão (ferragens) e ferro estanhado (fechaduras)
Técnica:
Estrutura em vinhático faixeada a pau santo; latão e latão dourado; madeira entalhada e torneada.
Dimensões (cm):
altura: 145; largura: 94; profundidade: 54;
Descrição:
Peça formada por dois corpos: caixa e trempe. O corpo superior é constituído por uma caixa com nove gavetas aparentemente iguais (na realidade, são seis: três gavetas e três gavetões) ocupando toda a frente. Apresenta cimalha moldurada, saliente, e ilhargas com almofadas perspectivadas, constituídas por várias molduras sobrepostas e um painel central liso. Assenta num corpo inferior, a trempe, com aro moldurado, o qual permite o encaixe do corpo superior. Na frente e nas ilhargas apresenta largo avental recortado, entalhado e vazado. As pernas, em número de quatro, são torneadas em discos e bolas achatadas com fortes estrangulamentos na zona superior, e o terço inferior em torneado espiralado. Possui trempe (ou travejameto) em X e travessas laterais colocadas ao mesmo nível; ao centro, as travessas ligam-se a uma bola rematada por um pião espiralado, a qual assenta sobre um disco que forma um pé que apoia no chão. Os pés são em forma de bolacha. Nos aventais, observa-se folhagem de acanto que, na frente, se desenvolve a partir de um torso de menino; nas ilhargas, a folhagem envolve uma ave de asas abertas. As frentes das gavetas são ocupadas pelos espelhos de fechadura de formato rectangular, recortadas e vazadas. Nas bolas das pernas que fazem a ligação às travessas, funcionando aqui como quadras, apresenta rosetas de latão. Nas ilhargas, espelhos de latão recortado e vazado, em forma de losango, tendo como motivo central uma flor; ao centro, um "puxador" de latão torneado. Possui cantoneiras de latão recortadas e vazadas. Nas costas, possui uma etiqueta de papel: "LORVÃO".
Incorporação:
Transferência - Conventos extintos - Coimbra, Mosteiro do Lorvão
Origem / Historial:
Pertencia ao Mosteiro do Lorvão, tendo sido incorporado no acervo do Museu em 1887.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica