MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 15 de dezembro de 2018    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Grão Vasco
N.º de Inventário:
2147
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Circuncisão/Políptico da Capela-Mor da Sé de Viseu
Autores:
Vasco Fernandes (c.1475-1542)
Henriques, Francisco (act.1508-1518)
Local de Execução:
Viseu
Datação:
1501 d.C. - 1506 d.C.
Suporte:
Madeira de Carvalho
Técnica:
Pintura a óleo
Dimensões (cm):
altura: 134; largura: 83;
Descrição:
Painel do antigo retábulo da capela-mor da Sé de Viseu (1501-1506). Sob um altar marmoreado, parcialmente coberto por um rico pano de brocado que se prolonga da parede do fundo, representa-se o Menino Jesus, a toalha e a faca ensanguentadas. O Sacerdote e a Virgem seguram o circuncidado, cujo rosto se orienta no sentido do espectador. São José e duas figuras femininas acompanham o acto. O realismo minucioso, a que não é alheio à função pedagógica da imagem, assume especial expressão em diversos pormenores, como seja o osso que remata o bordão de São José, o friso de pedras preciosas do toucado de uma das figuras ou nas duas esculturas do fundo, cujo recorte lumínico traduz a natureza metálica da matéria. A figura de São José, demasiado volumosa, parece resultar de uma tentativa de equilibrar a composição e da necessidade de preenchimento do espaço em virtude da dificuldade em sugerir o seu aprofundamento. É natural que uma gravura de o Mestre E. S. tenha inspirado a sua representação, cujo capuz em perfil assume uma forma caprichosa.
Incorporação:
Transferência - Transferência da Sala do Capítulo da Sé de Viseu, ao abrigo do Decreto 2: 284-C de 16 de Março de 1916, que cria o Museu de Grão Vasco.
Origem / Historial:
Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica