MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
segunda-feira, 29 de novembro de 2021    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea
N.º de Inventário:
184
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Interior
Datação:
1914 d.C.
Matéria:
Óleo
Suporte:
Tela
Técnica:
Pintura a óleo
Dimensões (cm):
altura: 100; largura: 81;
Descrição:
Numa pintura minuciosa e atenta ao pormenor, vêem-se no interior de uma sala duas figuras ladeando uma natureza-morta em primeiro plano, motivo central do quadro, estando à esquerda uma jovem mulher, de vestido e cabelo escuro, fitando o observador, exibindo uma bandeja pintada debaixo do braço esquerdo, e à direita uma criança virada de perfil para ela, segurando na mão direita uma boneca. A natureza-morta que se destaca na composição, em primeiro plano, sobre uma mesa com uma toalha escura decorada, é composta por um serviço de chá em porcelana azul e branca, numa bandeja, acompanhado à direita de uma toalha branca que envolve um prato de medronhos e duas romãs, com uma faca, e à esquerda, junto da figura feminina em cima, de uma fruteira com uvas, bananas e pêssegos, à frente de um jarrão verde vidrado, que reflecte a luz, natureza-morta organizada numa diagonal descendente que parte da figura feminina à esquerda do quadro e termina na toalha branca, no canto inferior direito. No fundo, vê-se uma janela entreaberta com uma vista sobre a cidade, e à direita o papel de parede verde azeitona, decorado com flores róseas estilizadas, figuração arte-nova, recortando o perfil da criança. Este "Interior" do (ainda tímido) modernista Viana teve aplauso e aceitação institucional suficiente para ser adquirido por Carlos Reis para o recém-criado Museu Nacional de Arte Contemporânea.
Incorporação:
Compra - Adquirido pelo Estado
Origem / Historial:
Informação sobre intervenções de conservação-restauro: - A obra foi intervencionada em 1999 no Laboratório José de Figueiredo (processo rest.nº13/98). Ver documentação associada.

Título

Local

Data Início

Encerramento

N.º Catálogo

11ª Exposição da Sociedade Nacional de Belas Artes

Lisboa: SNBA

1914-05-15

Exposição retrospectiva da obra do pintor Eduardo Viana

Lisboa: SNI

1968-04

Eduardo Viana (1881-1967)

Porto: Fundação de Serralves

1992-03-05

1992-04-19

Eduardo Viana: Ami des Delaunay (1881-1967)

Mons: Musée des Beaux-Arts

1991-09-26

1991-12-08

Obras a depositar noutros museus

Lisboa: MNAC

1945-04

1945-07

A cor como experiência: Colecção do Museu do Chiado - MNAC. 1900-1950

Lisboa: Museu do Chiado - Museu Nacional de Arte Contemporânea

2006-01-13

2006-03-19

O Chá

Lisboa: Museu do Oriente

2012-05

2013-01

 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica