MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 15 de dezembro de 2018    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu de Évora
N.º de Inventário:
ME 1513
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Morte da Virgem
Autor:
Círculo de Gerard David
Datação:
1495 d.C. - 1510 d.C.
Suporte:
Madeira de carvalho
Técnica:
Óleo
Dimensões (cm):
altura: 188,5; largura: 111;
Descrição:
Segundo a Lenda Dourada de Jacques de Voragine, a Virgem não se consolando da morte do seu filho, foi visitada por um anjo que lhe anunciou a sua morte próxima. Então a Virgem terá manifestado o desejo que todos os apóstolos estivessem presentes nesse momento. Nesta pintura a Virgem acaba de morrer, e o seu corpo envolvido no manto repousa na sua cama e o seu rosto pálido e envelhecido mostra a sua idade. O leito da Virgem situa-se numa diagonal e os apóstolos encontra-se à sua volta. Do lado esquerdo, encontra-se São Pedro vestido com um pluvial na qualidade de oficiante acaba de colocar uma vela acesa entre as mãos da Virgem e pelo seu rosto envelhecido correm lágrimas de desgosto. Este sofrimento é visível em todos os rostos dos apóstolos que, vestidos com largas túnicas e com os pés descalços nos lembram precisamente a sua missão. Rodeando São Pedro encontra-se um grupo de quatro apóstolos, um dos quais se encontra ajoelhado e de mãos postas. Do lado esquerdo, um outro grupo de três apóstolos, dois dos quais estão face a face, como que consolando-se mutuamente. Logo em primeiro plano, um apóstolo está sentado de frente para o espectador e, do lado direito, dois outroa apóstolos ajoelhados um dos quais rezando de mãos postas. Por cima da cabeça da Virgem, sobre o fundo da cortina do dossel do leito, está representada a cena da ascenção da alma da Virgem ao céu, transportada por quatro anjos. Do lado esquerdo, abre-se uma janela sobre uma paisagem que deixa ver uma outra cena secundária. São Tomé esteve ausente na altura da Assunção da Virgem e, tal como tinha acontecido em relação a Cristo, não quis acreditar. Então a Virgem enviou-lhe do céu o seu cinto para que ele acreditasse que ela tinha realmente subido aos céus.
Incorporação:
Transferência - Transferência da Biiblioteca Pública de Évora
Origem / Historial:
Quadro pertencente à colecção de D. Frei Manuel do Cenáculo (PINT ME 1501-13) * Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006 *
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica