MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 28 de maio de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arqueologia
N.º de Inventário:
E 6175
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Epigrafia
Denominação:
Estela de Ambatus
Grupo Cultural:
Lusitano / romano
Datação:
I d.C. - Época Romana
Matéria:
Granito
Dimensões (cm):
altura: 130; largura: 40; espessura: 15;
Descrição:
Estela funerária de topo arredondado. É decorado por uma flor - ou estrela - hexapétala, em baixo-relevo, inscrita num círculo rebaixado. No fuste segue-se a inscrição num campo epigráfico igualmente rebaixado. Duas molduras paralelas, insculpidas, seguem a forma da estela (excepto na base). O campo epigráfico é moldurado e de superfície rebaixada. O texto foi paginado com alinhamento à esquerda e à direita. Onomástica paleohispânica e um formulário bastante simples caracterizam o epitáfio. (J. C. Ribeiro) AMB /ATVS / MALG/EINI . F(ilius) / H(ic) . S(itus) . E(st). Ambatus, filho de Malgeinus, está aqui sepultado.
Incorporação:
Doação - Cedida pelo Sr. Bernardo Rasteiro a Joaquim Manuel Correia que a ofereceu ao Museu.
Proveniência:
Outeiro da Fonte, Sabugal
Origem / Historial:
"Em 1897 o fallecido Bernardo Rasteiro, quando arroteava um chão perto do outeiro da fonte, achou uma lápide sepulcral, que nos cedeu e depois offerecemos ao Museu Etnológico em 1904." (J. M. Correia, 1909)

Título

Local

Data Início

Encerramento

N.º Catálogo

Religiões da Lusitania. Loquuntur saxa

Museu Nacional de Arqueologia

2002-06-27

 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica