MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 19 de novembro de 2017    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arqueologia
N.º de Inventário:
0747/669
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Utensílios líticos e sub-produtos de talhe
Denominação:
Raspador
Autor:
Desconhecido
Grupo Cultural:
Acheulo-Mustierense.
Datação:
Paleolítico Médio
Matéria:
Sílex
Suporte:
Lasca
Técnica:
Lascamento
Dimensões (cm):
largura: 3,2; espessura: 2,0; comprimento: 5,5;
Descrição:
Raspador de gume denticulado, de contorno subcircular e retoque abrupto.
Incorporação:
Doação - Doação
Proveniência:
Casal do Monte.
Origem / Historial:
Este sítio foi descoberto por Joaquim Fontes nos finais do séc. XIX (tendo sido alvo de algumas intervenções arqueológicos durante o séc. XX). G. Zbyszewski considerou-a como uma estação paleolítica-tipo da região de Lisboa. Foi convidado pelo então director do MNA Dr. Manuel Heleno, para proceder à classificação destes materiais. Esta classificação foi feita por séries tendo em conta as alterações físicas (pátinas) obtendo assim uma sequência cronológica. O sítio do Casal do Monte situa-se-se num pequeno vale na área onde se localiza o marco geodésico do Monte, tem uma altitude média de 124 m. Foram aqui encontrados materiais abbevilenses e acheulenses e indústrias sobre lasca. (ZBYSZEWSKI, 1942)
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica