MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 28 de maio de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arqueologia
N.º de Inventário:
Au 133
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Ourivesaria
Denominação:
Diadema
Datação:
Idade do Bronze Inicial
Matéria:
Ouro
Técnica:
Laminado por martelagem e perfurado
Dimensões (cm):
largura: 9; comprimento: 28,5;
Descrição:
Diadema constituído por uma banda fina e lisa, de contorno inferior rectilíneo e superior elíptico (cuja maior altura se verifica na zona central/frontal, a partir da qual se vai adelgaçando progressivamente para as extremidades) formando uma coroa circular aberta. Apresenta dois orifícios em cada extremidade (orlados, no reverso, por material excedente resultante da abertura dos orifícios), os quais deviam fazer parte do sistema de preensão do diadema. Lateralmente apresenta fendas e lacunas. O seu paralelo mais próximo é o diadema de Los Murciélagos (Granada, Espanha), cuja semelhança é bastante evidente.
Incorporação:
Compra - José Leite de Vasconcelos
Proveniência:
Arredores de Évora
Origem / Historial:
*Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei nº 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei nº 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; nº 19/2006; 18/07/2006* Peça inédita. Desconhece-se o contexto e proveniência exacta deste diadema. Leite de Vasconcelos refere na ficha de inventario que o adquiriu a um ourives de Évora (Pedro Jeronimo de Sales), juntamente com duas espirais de ouro ( Au 131 e 132) que presumivelmente lhe estão associadas. O seu paralelo mais proximo é sem duvida o diadema de los Murcielagos - Granada, cuja semelhança é bastante evidente. A cronologia proposta é, portanto, a do Bronze Inicial.

Tipo

Descrição

Imagem

imagem

Imagem

Número de inventário: 8431 Autor: José Pessoa Localização: DDF

imagem
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica