MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 19 de outubro de 2017    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE ENTIDADE
Museu:
Museu da Cerâmica
Denominação:
Bordalo Pinheiro, Manuel Gustavo
Tipo:
Autor
Nascimento:
Lisboa, 1867
Óbito:
Lisboa, 1920
Biografia:
Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro, filho de Rafael Bordalo Pinheiro, Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro foi seu colaborador na Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha, tendo prosseguido a obra cerâmica do pai, após a sua morte, em 1905, identificando-se como um industrial empreendedor e criador de novos modelos. Fundou em 1908 uma nova fábrica, inicialmente denominada São Rafael e, mais tarde, designada por Fábrica Bordalo Pinheiro, Lda. Manuel Gustavo foi autor de excelentes modelos em homenagem a seu pai, dando continuidade a uma produção de estilo naturalista, mas seguindo também formas mais modernas de inspiração Arte Nova e Art Déco, com realce para o design, objectos de concepção mais refinada e decoração mais sóbria. Às suas peças está subjacente uma riqueza artística e cultural, manifestando-se como precursor da geometrização e aplicando uma estilização própria das formas. A principal característica da sua produção foi a aliança entre os modelos tradicionais e as novas tendências artísticas da época – a Arte Nova –, resultado da sua viagem até França, onde contactou com os principais centros cerâmicos. Manuel Gustavo propôs também uma reforma e consequente renovação do ensino industrial da cerâmica.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica