MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 18 de abril de 2024    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Palácio Nacional da Ajuda
N.º de Inventário:
1335
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Ratificação do Casamento do Rei D. Luis e D. Maria Pia
Autor:
Fonseca, António Manuel da (1796-1890)
Datação:
1864 d.C.
Matéria:
Óleo
Suporte:
Tela
Dimensões (cm):
altura: 128; largura: 106;
Descrição:
Pintura representando a cerimónia religiosa de ratificação do casamento de D. Luís, Rei de Portugal com D. Maria Pia, Princesa de Saboia, realizada na Igreja de São Domingos no dia 6 de outubro de 1862. No primeiro plano, na nave central da igreja, assiste-se à saída do Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Bento Rodrigues, precedido de um bispo e auxiliado por oito clérigos. De ambos os lados da nave, em duas tribunas baixas, distribuem-se assistentes - as senhoras à frente e os homens atrás. No plano seguinte estão representados, ao centro, o Rei D. Luís, fardado de gala, e D. Maria Pia, com um vestido de noiva branco. À esquerda do Rei, pode ver-se o Infante D. Augusto; à direita da Rainha, D. Fernando II. Nas laterais da igreja, estão montadas duas tribunas, pelas quais se repartem mais assistentes. Sobre os noivos, pendendo do tecto, está uma armação encimada por uma cruz, no centro de cujo pano foram bordadas as Armas de Portugal e de Saboia, sob uma coroa real fechada. Todo o interior do templo se apresenta engalanado, predominando para o efeito o veludo vermelho.
Incorporação:
Transferência - Pertenceu à colecção de pintura do Rei D. Luís
Origem / Historial:
Pintado em 1864, o quadro foi adquirido para a Galeria de Pintura, figurando no catálogo de 1872 com o n.º 38. Foi transferido para o Museu após a implantação da República, passando a integrar a decoração da Sala Verde, onde ainda se mantém. Na lista de partilhas de 1889 (ano da morte de D. Luís), recebeu o n.º 105, sendo então avaliado em 130 mil réis. O seu autor, António Manuel da Fonseca, além de pintor, foi também escultor e litógrafo. Para a sua formação contribuiu o estágio efectuado em Roma, para onde foi em 1826. Regressado a Portugal, ingressou na Academia Real de Belas Artes, onde foi professor de Pintura Histórica. Foi ainda mestre dos Príncipes, entre os quais D. Carlos e D. Afonso. Neste quadro, Fonseca fixou um aspecto da ratificação do casamento de D. Luís com D. Maria Pia de Sabóia, cerimónia realizada a 6-10-1862, na Igreja de S. Domingos, em Lisboa. Ocorreu nove dias passados sobre o casamento por procuração, acontecido a 27-10-1862, na capela do Palácio Real de Turim, em Itália. O esboceto para a pintura encontra-se no Museu da Cidade (Lisboa).
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica