MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
terça-feira, 25 de fevereiro de 2020    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu da Música
N.º de Inventário:
MNM 0049
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Instrumentos musicais
Denominação:
Violino de Algibeira
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Italia ?
Centro de Fabrico:
Italia ?
Datação:
XVIII d.C.
Matéria:
Pinho de Flandres, Ácer, osso, madrepérola
Suporte:
O violino é um instrumento de quatro cordas friccionadas por arco. O corpo e a caixa de ressonância são construídos com madeiras de epícea ou ácer. Quase todos os violinos e violoncelos são feitos em ácer, excepto o tampo superior, que é feito com um tipo específico de pinho, chamado pinho da Flandres. Espruce ou epicea são os nomes mais correctos.
Técnica:
Artesanal
Dimensões (cm):
altura: a=33; largura: l1=31;l3=65; comprimento: C=491;c=265;
Descrição:
Cordofone com cavalete e braço friccionado com arco. Tampo inteiro em pinho de Flandres, bombeado, com rebordo e filete duplo. Ilhargas e costas inteiras em ácer, com rebordo. Braço terminando em voluta, com ornamentos florais burilados; quatro cravelhas. Aberturas acústicas em f.
Incorporação:
Compra - Proveniente da Colecção Keil (adquirido pelo Conservat´rio Nacional aos herdeiros de Carvalho Monteiro)
Origem / Historial:
Instrumento muito pequeno que se desenvolveu a partir da rebeca e atingiu grande popularidade durante dois séculos. Surge no século XVI, em vários formatos .
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica