MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 19 de setembro de 2020    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Abade de Baçal
N.º de Inventário:
7
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Título:
À Sombra
Autor:
Sousa, Aurélia de, ( 1865 - 1922 )
Local de Execução:
Quinta da China, Porto (?)
Datação:
1900 d.C. - 1910 d.C.
Matéria:
Óleo; Tela.
Suporte:
Tela.
Técnica:
Óleo.
Dimensões (cm):
altura: 46,5; largura: 65,5;
Descrição:
Pintura a óleo sobre tela onde estão representadas duas mulheres entregues aos seus afazeres e lazer quotidianos, dados através de uma poética quase impressionista, pretendendo captar a impressão instantânea, onde domina o feérico da luz e do colorido. Nesta tela encontra-se representada, no 1º plano da composição uma mulher a dormir a sesta reclinada sobre uma rede castanha que atravessa a composição, em arco invertido, de um lado ao outro. A mulher parece ser uma figura madura de cabelos castanhos apanhados no alto da cabeça e usa vestido branco atado na cintura com faixa vermelha. Vê-se a seu lado uma chávena e um pequeno bule, supostamente sobre uma mesa. Por detrás desta figura vê-se outra mulher mais jovem com cabelo castanho apanhado, camisa branca e saia preta, sentada em cadeira de palhinha ou verga (?) a bordar com uma criança de cabelo castanho e bata junto dela. Em frente da mulher encontra-se uma mesa de campo, no lado direito, coberta com toalha de tons escuros e outra criança de cabelos castanhos e bata, deitada com a cabeça sobre a mesa. Na esquina da mesa e no lado direito, está outra cadeira de palhinha ou verga (?) em tons mais escuros (por estar à sombra). Ao fundo é visível uma paisagem campestre em tons coloridos e alegres e o céu em tons de violeta. A moldurar a cena encontram-se árvores de vários tamanhos e espessura, uma de folhagem mais exuberante e escura do lado esquerdo e outras de troncos mais finos e folhas mais claras do lado direito. A autora utilizou uma pincelada larga e vigorosa com recurso ao empastamento da tinta. A luz passa através das folhagens das árvores e as sombras produzidas por elas traduzem-se em manchas multicolores.
Incorporação:
Doação - Sofia Martins de Sousa
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica