MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 5 de dezembro de 2021    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional Soares dos Reis
N.º de Inventário:
129 Pin MNSR
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Título:
Tempestade
Datação:
1882 d.C.
Suporte:
Tela
Técnica:
Óleo
Dimensões (cm):
altura: 69,1; largura: 135;
Descrição:
Trecho de paisagem assolada por tempestade, vegetação baixa no primeiro plano e, no plano seguinte, faixas de arvoredo vergado sob vento intenso. Uma das árvores, seca e despida de folhagem, está quebrada a meio e dobrada sobre si. O céu negro, repleto de nuvens densas que encobrem parcialmente os montes ao fundo, associados à árvore quebrada, conferem algum dramatismo a esta representação.
Incorporação:
Outro - Fundo Antigo do Museu proveniente da Escola de Belas Artes do Porto (antiga Academia Portuense de Belas Artes).
Origem / Historial:
Cópia da obra "Il Delitto" de Francesco Lord Mancini (Nápoles 1830-1905) realizada em Nápoles. A obra original estava então exposta no Real Palácio di Capodimonte e está presentemente em depósito na sede da Corte dei Conti em Nápoles. Para fazer esta cópia Pousão contactou pessoalmente Francesco Mancini a fim de obter a necessária autorização conforme é relatado no Livro das sessões Ordinarias e Extraordinárias da Academia Portuense das Bellas-Artes que abaixo se transcreve. A obra integrou a remessa do 2º ano de Pensionato, 1882. "... No dia 4 de Dezembro chegou a Nápoles e depois de visitar as Galerias de pintura notou não haver grande número de paisagens propriamente ditas, e estas mesmas de pouco mérito; - Resolveu porém copiar uma de Francisco Mancini intitulada “Il Delito” visto estar o autor em Nápoles e poder de pronto pedir-lhe licença e mesmo por ser ele um dos principais paisagistas daquele país; esta paisagem está no Real Palácio de Capo di Monti; e como foi preciso mudar o quadro do sítio em que estava por causa das más condições de luz apenas obteve doze sessões para o copiar. Volta depois para Roma onde chegou a 18 de Janeiro de 1883; declara que não tem professor propriamente dito; mas que recebe de Pradilla conselhos convenientes quando lhe mostra os seus estudos que vai executando, sendo para ele Pousão muito satisfatórios os elogios que recebeu quando o dito Pradilla viu o seu quadro ”Esperando o Sucesso”. Os quadros que por conseguinte constituem a remessa das obras do seu segundo ano são as seis seguintes: - “Antes do Sol – nos Rochedos de Capri”; as “Casas Brancas de Capri”; “Cansada – cachopa de Capri”; (Fol. 291) “Esperando o Sucesso” e finalmente duas paisagens, cópias, “Antes da tempestade por Emile Vernier e “O Delito" por Francisco Mancini. (…)” AFBAUP 105 A Livro das sessões Ordinarias e Extraordinárias da Academia Portuense das Bellas-Artes. Porto 13 de Setembro de 1849 Joaquim Rodrigues Braga Director interino da Academia e do Museu Portuense 4 - Abril – 1883 Conferência Ordinária Fol. 189V
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica