MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 28 de fevereiro de 2021    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional Soares dos Reis
N.º de Inventário:
17 Pin CMP (DHL)/ MNSR
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
No Areinho, Douro
Datação:
1884 d.C.
Suporte:
Madeira
Técnica:
Óleo
Dimensões (cm):
altura: 37,4; largura: 56;
Descrição:
Paisagem fluvial com representação de barcos num rio enquadrado por margens pouco elevadas e um amplo céu. No primeiro plano da composição, em grande escala, uma embarcação que avança no sentido do observador, em diagonal, da esquerda para direita, ocupa a quarta parte inferior direita do quadro. Sob o toldo do barco, sentada e representada de frente, uma senhora elegante vestida de preto e com chapéu na cabeça adornado de penas vermelhas (possível retrato de Adelaide Silva Porto, mulher do pintor); a outra figura feminina que é transportada no mesmo barco, posicionada na parte traseira, segura os remos e está representada de pé, com o corpo ligeiramente inclinado para a frente, simulando o movimento esforçado de remar. A meia distância, junto à margem oposta, são ainda representados vários barcos entre varas verticais espetadas na praia. A margem, cuja representação atravessa o quadro em toda a sua largura, é ligeiramente mais elevada do lado direito onde, pontuada por árvores de contorno indefinido, delimita a linha de horizonte. A longa distância, à esquerda, é esboçada uma colina que faz a passagem para a representação do céu: uma faixa de cromatismo homogéneo que ocupa praticamente toda a metade superior do quadro. Esta pintura faz parte de um conjunto de obras em que o pintor elegeu como motivo os barcos de Avintes, o rio Douro e as suas margens.
Incorporação:
Depósito da Câmara Municipal do Porto no Museu Nacional de Soares dos Reis.
Origem / Historial:
Integra a Doação Honório de Lima (DHL), feita a favor da Câmara Municipal do Porto em 1941: Elisa Adelaide Bessa Lima, viúva de Eduardo Honório de Lima, em cumprimento da disposição do marido, celebrou, com a Câmara Municipal do Porto, a 17 de Maio de 1941, escritura de doação de 21 quadros da autoria de Silva Porto. Serve de auto de recepção dos 21 trabalhos de pintura e desenho no Museu Nacional de Soares dos Reis a carta dirigida à doadora, D. Elisa Adelaide B. C. Lima, assinada pelo director do MNSR, Dr. Vasco Valente, datada de 19 de Maio de 1941. O conjunto de 21 obras que constitui a Doação Honório de Lima ficou associada ao Inventário Geral do Museu Municipal do Porto de 1938/39, cujo acervo foi depositado no Museu Nacional de Soares dos Reis em 1940/41, conforme o disposto no Decreto-Lei 27.879 de 21 de Julho de 1937.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica