MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
terça-feira, 27 de fevereiro de 2024    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional Soares dos Reis
N.º de Inventário:
10.3 Div MNSR
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Traje
Denominação:
Chapéu armado / Peças da farda D. Pedro IV
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Portugal
Oficina / Fabricante:
Francisco Costa - Rua do Telhal, nº 70, Lisboa
Datação:
1820 d.C. - 1832 d.C.
Matéria:
Bicórnio: pelúcia de seda Guarnições: penas brancas de avestruz (?); fitas: fio de seda azul e branco; fio metálico dourado Botão: metal dourado Forro: fio de seda azul Estrutura: cartão
Técnica:
Tecido do forro: tafetá Fitas: gorgorão
Dimensões (cm):
altura: 28 ; 17,5; largura: 14; comprimento: 45;
Descrição:
Chapéu armado em pelúcia de seda preta, decorado na parte superior com penas brancas; de um dos lados tem um cocar, constituído por fitas de gorgorão em azul e branco - uma laçada em forma de cruz (?) - e sobre esta laçada vários cordões em fio metálico dourado enrolados em espiral, e um botão metálico com as armas reais. O interior da copa é forrado de seda azul clara e remata com uma fita larga de seda branca, ajustável nesse ponto por meio de um cordão de seda azul.
Incorporação:
Doação - Doação da Duquesa de Bragança, a Senhora D. Amélia Augusta ao "Atheneu D. Pedro" (Museu Portuense).
Origem / Historial:
Está inventariada juntamente com o "óculo" e o"cinturão" (nº 10 Div MNSR) que pertenceram a D. Pedro IV e foram doadas ao Museu Portuense por Sua Magestade Imperial a Senhora Duquesa de Bragança D. Amélia, a pedido de João Baptista Ribeiro (doc. citado na bibliografia: Viana, "Os Museus do Porto no Século XIX"). As peças referidas aparecem na "Relação dos objectos existentes no Museu Nacional de Soares dos Reis, pertencentes ao Estado", (no capítulo "Diversos"), datada de 1 de Novembro de 1932 e assinada por João Marques da Silva e por Vasco Valente, respectivamente, director da Escola de Belas Artes e do Museu Soares dos Reis.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica