MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sexta-feira, 7 de agosto de 2020    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional Soares dos Reis
N.º de Inventário:
191 Cer MNSR
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Cerâmica
Denominação:
Bule
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
China
Centro de Fabrico:
China
Datação:
1736 d.C. - 1795 d.C. - Dinastia Qing, período Qianlong
Matéria:
Porcelana
Técnica:
Porcelana moldada, com decoração relevada e pintada sobre o vidrado a rosa, verde, amarelo, vermelho, preto e turqueza
Dimensões (cm):
altura: 10,1; largura: 16; diâmetro: 9,5;
Descrição:
Bule de paredes redondas, com bico tubular liso e direito, a sair do bojo, asa em C, de secção redonda e tampa de encaixe, moldada em estrias a formar um crisântemo e rematada com uma pega em botão de flor. Este motivo de crisântemo em relevo repete-se no fundo da peça, mas com três ordens de pétalas. Porcelana branca com decoração da "família rosa", pintada a rosa, verde, amarelo, vermelho, preto e turqueza. Bojo decorado com dois grandes ramos com hastes floridas. No ombro, cercadura de reticulados cruzados em losango com ponto no meio, intercalados com flores simples. A última série de pétalas do fundo, junto ao bojo, realçada a vermelho. Asa com grinalda de folhas rematada em flor. No bico, uma flor de cada lado. Tampa decorada com três ramos de flores, junto ao bordo, e com as pétalas relevadas da zona superior e o botão da pega realçados a vermelho e rosa, respectivamente.
Incorporação:
Dação em pagamento - Dação em pagamento feita pela Mitra do Porto à Direcção-Geral da Fazenda Pública para ser incorporado no fundo do Museu Nacional de Soares dos Reis
Origem / Historial:
Pertenceu à colecção de Manuel Maria Lúcio (V. N. Gaia 1865-1943), que foi pintor amador, discípulo de Artur Loureiro. Pelo Decreto-Lei 33.271 de 24 de Novembro de 1943 foi acordado entre o Estado e a Mitra do Porto que as peças com valor artístico deixadas por Manuel Maria Lúcio a esta última ficariam a pertencer à Direcção-Geral da Fazenda Pública. Em 21 de Dezembro de 1943 foi feito um Auto de Escolha, estando presentes o Director do Museu Nacional de Soares dos Reis, Dr. Vasco Valente, o representante da Mitra, cónego Gaspar Joaquim de Freitas e um representante da Direcção-Geral da Fazenda Pública, ficando o Museu como depositário dos bens. Em 23 de Março de 1944 foi feito o depósito destas peças pela Direcção-Geral da Fazenda Pública no Museu Nacional de Soares dos Reis, através de um Auto de Entrega da Direcção de Finanças do Distrito do Porto, que especificava que, posteriormente e mediante escolha, seriam integradas no fundo do Museu.
Multimédia

Tipo

Descrição

Imagem

imagem

Imagem

Inv. 191 Cer MNSR 1 Autor: Ana Carneiro Localização: MNSR Tipo: Digital

imagem

imagem

Imagem

Inv. 191 Cer MNSR 11 Autor: Ana Carneiro Localização: MNSR Tipo: Digital

imagem

imagem

Imagem

Inv. 191 Cer MNSR 9 Autor: Ana Carneiro Localização: MNSR Tipo: Digital

imagem

imagem

Imagem

Inv. 191 Cer MNSR 3 Autor: Ana Carneiro Localização: MNSR Tipo: Digital

imagem
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica