MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 27 de junho de 2019    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
6917 Cer
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Cerâmica
Denominação:
Pote
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
China, província de Jiangxi
Centro de Fabrico:
Jingdezhen
Datação:
1575 d.C. - 1590 d.C.
Matéria:
Porcelana, pigmento de cobalto
Técnica:
Moldada e pintada a azul sob o vidrado
Dimensões (cm):
altura: 37; diâmetro: 30;
Descrição:
Pote com forma ovóide executado em porcelana azul e branca. O corpo da peça é ligeiramente facetado com gargalo circular, curto e direito e com o bordo levemente invertido e base recuada, compacta e pesada. O acabamento da peça apresenta um brilho vítreo de alta qualidade decorado em tonalidades de azul de cobalto. Na base e no anel basal da peça, a cor sofre alteração para tons de castanho vinhado, devido à alteração do óxido corante ou mesmo da sua metalização, causado pelo contacto com a chama do forno, em atmosfera oxidante. Da parte superior para a inferior da peça, a decoração reparte-se pelo gargalo, decorado com um enrolamento vegetalista ondulante e por três módulos horizontais, dois dos quais compostos por cartelas poligonais encaixadas em favo As seis do ombro da peça, dispostas radialmente, apresentam decoração variada, formado composições naturalistas dinâmicas em que se destacam os motivos animais e vegetais: pavões, leões, cavalos e aves, por um lado e ramagens, arbustos e árvores, por outro. Ao nível do centro da peça, as cartelas apresentam uma decoração mais simétrica e estática, permitindo uma leitura de continuidade. Nestas cartelas, destacam-se as representações das insígnias da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho (OESA) - águia bicéfala sobrepujada por coroa de cinco florões, poisada sobre coração trespassado por duas setas. Salientam-se ainda sobre elas, as representações arquitectónicas bem assentes numa linha de terra que visualmente aparenta marcar o centro da peça A restante iconografia animal e vegetal, segue os mesmos padrões das cartelas do ombro, mas desta vez com os motivos zoomorfos em posição estática e vistos de lado, registando-se a representação de elefantes. A secção decorativa da base apresenta motivos geométricos verticais, elevando a elegância da peça.
Incorporação:
Compra - Comprada em Amesterdão pelo Grupo dos Amigos do Museu e Legado Valmor
Origem / Historial:
* Forma de Protecção: classificação; Nível de classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006 * Em 1990 foi vendido na Leiloeira Leiria & Nascimento um pote igual pelo valor de 8.000 contos 1983 - Valor de Seguro 4.400 contos 1992 - idem 5.000 contos 1996 - idem 20.000 contos 1998 - idem 30.000 contos 2000 - idem 35.000 contos
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica