MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 27 de janeiro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
1361 Pint
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Painéis de São Vicente de Fora
Título:
Painel do Infante
Autor:
Nuno Gonçalves
Datação:
1450 d.C. - 1490 d.C.
Matéria:
Óleo e Têmpera (?)
Suporte:
Madeira de Carvalho
Técnica:
Pintura a óleo e têmpera (?)
Dimensões (cm):
altura: 206,4; largura: 128; espessura: 2,1;
Descrição:
O Santo, paramentado com dalmática e manípulo, a cabeça nimbada, coberta com um barrete, tem nas mãos um missal aberto. Entre as figuras que o rodeiam encontra-se, à direita, ao lado de um jovem, um homem de chapeirão borgonhês, semelhante ao retratado em iluminura da "Crónica do Descobrimento e Conquista da Guiné" pertencente à Biblioteca Nacional de Paris e por muitos identificado com o Infante D. Henrique (daí o nome convencional dado ao painel). Em primeiro plano, um personagem com um só joelho em terra estabelece uma particular relação com a figura central do santo. Duas senhoras, do lado oposto, e uma extensa galeria de retratos masculinos, em último plano, completam a composição.
Incorporação:
Transferência - Paço de S. Vicente de Fora, Lisboa
Origem / Historial:
O políptico pertenceu no século XVIII à Mitra Patriarcal e foi descoberto em 1882 no Paço de S. Vicente de Fora. As tábuas deram entrada na Academia Real de Belas Artes de Lisboa em Abril de 1909, a fim de serem restauradas por Luciano Freire. Terminado o restauro, estiveram expostas na Academia a partir de 7 de Maio de 1910. Após a proclamação da República, os Painéis foram incorporados no património do Estado e, em 24 de Março de 1912, realizou-se a sua inauguração no Museu Nacional de Arte Antiga. No seu livro de 1910 ("O pintor Nuno Gonçalves"), José de Figueiredo apresentou as conclusões dos primeiros trabalhos e exames por si empreendidos. Com base numa datação que situa a obra na época do rei D. Afonso V (1448-81) e a partir do testemunho de Francisco de Holanda (1548), Figueiredo atribui os painéis ao pintor Nuno Gonçalves e propõe a sua identificação com elementos do retábulo quatrocentista de S. Vicente da Sé de Lisboa. Propõe uma leitura da obra centrada no culto de S. Vicente enquanto figura inspiradora das conquistas marroquinas encaradas como cruzada contra os infiéis. É ainda Figueiredo quem confere aos diferentes painéis os nomes convencionais por que hoje continuam a ser designados. A partir do livro de Figueiredo estabeleceu-se, até à actualidade, uma enorme polémica sobre todos os aspectos da obra (iconográficos, históricos, estéticos, etc) suscitando uma vastíssima bibliografia com múltiplas teses interpretativas, globais ou de pormenor. Para além da sua singularidade epocal e no contexto europeu, o carácter eminentemente problemático da origem e significado desta obra conferem-lhe, desde há um século, um estatuto de peça central na história da arte portuguesa. * Forma de Protecção: classificação; Nível de classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006 *

Bibliografia

PORFÍRIO, José-Luís - Pintura Portuguesa Museu Nacional de Arte Antiga/Portuguese Painting National Musuem of Ancient Art. Lisboa: Quetzal Editores, 1991, pág. -

ALMEIDA, Jorge Filipe de; ALBUQUERQUE, Maria Manuela Barroso de - Os Painéis de Nuno Gonçalves. Lisboa: Verbo, 2000, pág. -

CORREIA, Vergílio - "A Pintura quatrocentista e quinhentista em Portugal. Novos documentos", in Boletim de Arte e Arqueologia, Fasc. 1. Lisboa: 1921, pág. 80-82

STERLING, Charles - "Os Painéis de S. Vicente e os seus inigmas", in João Couto: In Memoriam. Lisboa: 1971, pág. -

GUSMÃO, Adriano de - Nuno Gonçalves, Colecção Saber, Série especial nº 5. Lisboa: PEA, 1957, pág. -

REIS-SANTOS, Luís - Iconografia Henriquina. Coimbra: Imprensa de Coimbra, 1960, pág. -

SARAIVA, José - Os painéis do Infante Santo. Leiria: 1926, pág. -

CORREIA, Vergílio - "Iconografia de S. Vicente", in Terra Portuguesa. V, 42: Dezembro 1927, pág. -

COUTO, João - "A cabeça do Santo no "Painel do Infante", in Boletim dos Museus Nacionais de Arte Antiga, III, 9-10. Lisboa: 1944, pág. -

PUYVELDE, Leo Van - "Les Primitifs Portugais et la Peinture Flamande", in XVI Congrès Internationale d'Histoire de l'Art, Vol. I. Porto/Lisboa: 1949, pág. -

ABRANTES-VANDEVIVERE, Ana Paula e Ignace - Nuno Gonçalves - Novos Documentos. Estudo da Pintura Portuguesa do séc. XV. Lisboa: IPM, 1994, pág. -

GUSMÃO, Adriano de - Nuno Gonçalves. Lisboa: Artis, 1958, pág. -

SILVA, José Luís da Conceição - Os Painéis do Museu das Janelas Verdes. Lisboa: Guimarães Editores, 1981, pág. -

ALVES, Artur da Motta - Os Painéis de S. Vicente num códice da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. Lisboa: ANBA, 1936, pág. -

GUSMÃO, Adriano de - O Nuno Gonçalves da Phaidon: Erros, Omissões e Plágios. Lisboa: PEA, 1956, pág. -

MARKL, Dagoberto - O essencial sobre Nuno Gonçalves. Lisboa: INCM, 1987, pág. -

CASTRO, António Osório de - Os Painéis do Museu de Lisboa, D. Carlos da Catalunha. Lisboa: Civilização, 1988, pág. -

SANTOS, Armando Vieira - Os Painéis de S. Vicente de Fora. Lisboa: Neogravura, 1959, pág. -

FIGUEIREDO, José de - Arte Portuguesa Primitiva: O pintor Nuno Gonçalves. Lisboa: s.e., 1910, pág. -

COUTO, João; SANTOS, Armando Vieira e BARATA, Martins - Os painéis de S. Vicente de Fora. Lisboa: Neogravura, 1959, pág. -

ESPINOSA, Fernanda - "Os Painéis de S. Vicente de Fora: Escola portuguesa ou escola francesa? Novos elementos para a identificação do pintor do políptico", in Escritos Históricos. Porto: Porto Editora, 1972, pág. -

DIAS, Pedro - O Gótico, História da Arte em Portugal, vol IV. Lisboa: Alfa, 1986, pág. -

TEIXEIRA, José Carlos da Cruz - A Pintura Portuguesa do Renascimento. Ensaio de Caracterização (dissertação de doutoramento em História da Arte, texto policopiado), 3 Vols.. Lisboa: 1991, pág. -

FONSECA, António Belard da - O mistério dos painéis. O Cardeal D. Jaime de Portugal. Lisboa: s.e., 1957, pág. -

FREITAS, Paula; GONÇALVES, Maria de Jesus - Painéis de S. Vicente de Fora. Uma questão inútil?. Lisboa: INCM, 1987, pág. -

COUTO, João; NOVAIS, Horácio - Nuno Gonçalves: O políptico de S. Vicente. Lisboa: Estúdios Cor, 1954, pág. -

GONÇALVES, António Manuel - Do restauro dos Painéis de S. Vicente de Fora. Lisboa: Grupo Amigos do MNAA, 1960, pág. -

MENDONÇA, Maria José - Catálogo da exposição de Primitivos Portugueses (texto policopiado inédito). Lisboa: Museu Nacional de Arte Antiga, 1940, pág. -

CORREIA, Vergílio - "A Arte: o século XV. A arquitectura, a escultura, a pintura, as artes decorativas nos ciclos da «inclita geração» afonsino e joanino". In História de Portugal. Dir. Damião Peres. Barcelos: Portucalense Editora, 1932, pág. -

GUSMÃO, Adriano de - "Os Primitivos e a Renascença", in Arte Portuguesa. Pintura (Dir. João Barreira). Lisboa: Edições Excelsior, 1948 e 1951, pág. -

MARKL, Dagoberto - O Retábulo de S. Vicente da Sé de Lisboa e os documentos. Lisboa: Caminho, 1988, pág. -

VANDEVIVERE, Ignace - "Os Seis Painéis do Retábulo de S. Vicente de Nuno Gonçalves", in Museu Nacional de Arte Antiga. Lisboa: INAPA, 1999, pág. -

CASTELLO-BRANCO, Teresa Schedel de - Os Painéis de S. Vicente de Fora. As Chaves do Mistério. Lisboa: Quetzal Editores, 1994, pág. -

SANTOS, Armando Vieira - "Nuno Gonçalves", in Dicionário da Pintura Universal, vol. III, Pintura Portuguesa. Lisboa: Estúdios Cor, 1973, pág. -

PORFÍRIO, José Luis - A Pintura no Museu Nacional de Arte Antiga. Lisboa: Banif-Reproscan, 1992, pág. -

ESPINOSA, Fernanda - "Acerca da identificação de D. Afonso V nos painéis de Nuno Gonçalves", in Escritos Históricos. Porto: Porto Editora, 1972, pág. -

CORTESÃO, Jaime - A história nos painéis de S. Vicente. Descobrimentos Portugueses. Lisboa: Círculo de Leitores, 1979, pág. -

BERTAUX, Émile - "La Rennaissance en Espagne et au Portugal", in Histoire de l'Art (dir. André Michel), Tomo IV. Paris: Armand Colin, 1911, pág. 70-75

MENDONÇA, Maria José de - "Affinités du Polyptique de Nuno Gonçalves avec les tapisseries et fresques du Duché de Bourgogne", in Congrès International de l'Histoire de l'Art, 16. Rapport et Communicatons.. Lisboa/Porto: 1949, pág. -

VANDEVIVERE, Ignace - "Der Vinzenz-Altar von Nuno Gonçalves" in Catálogo Exp. MNAA - Bonn. Munique: Himer Verlag GmbH, 1999, pág. 89-94

KAFTAL, Georges - "Essai iconographique sur les panneaux attibués à Nuno Gonçalves" in Boletim dos Museu Nacionais de Arte Antiga, II, 6. Lisboa: 1942, pág. -

FONSECA, António Belard da - O mistério dos painéis. Os principes. Últimas páginas. Lisboa: s.e., 1967, pág. -

FRANCIS, Anne F. - Voyage of rediscovery the Veneration of St. Vincent. New York: Exposition Press, 1979, pág. -

BRAGANÇA, José de - " A ínclita geração nos painéis do Museu Nacional de Arte Antiga. O mais emocionante e vivo testemunho de toda a nossa história. Como um erro de interpretação ocultou a verdade durante quinze anos. Os painéis formam um grande políptico de conjunto", in Diário de Notícias. Lisboa: 18/02/1926, pág. -

FONSECA, António Belard da - O mistério dos painéis. Os pintores. Lisboa: s.e., 1963, pág. -

FONSECA, António Belard da - O mistério dos painéis. "O Judeu", o seu livro e a crítica. Lisboa: s.e., 1958, pág. -

FONSECA, António Belard da - O mistério dos painéis. Os personagens e a armaria. Lisboa: s.e., 1959, pág. -

MOURA, Abel de; e outros - Estudo da técnica da pintura portuguesa do séc. XV. Lisboa: IJF, 1974, pág. -

VASCONCELOS, Joaquim de - "Tábuas da Pintura Antiga", in Comércio do Porto, 27 e 28 de Julho: 1895, pág. -

SANTOS, Reinaldo dos - Nuno Gonçalves, Pintor Português do séc. XV e o seu Retábulo para o Mosteiro de S. Vicente de Fora. Londres: Phaidon Press, 1955, pág. -

CARVALHO, José dos Santos - Iconografia e Simbólica do Políptico de S. Vicente de Fora. Lisboa: Ed. Autor, 1965, pág. -

RODRIGUES, Dalila - "Pintura Quatrocentista. O episódio de Nuno Gonçalves ou da Oficina de Lisboa", in História de Arte Portuguesa (dir. Paulo Pereira), vol. I. Lisboa: Círculo de Leitores, 1995, pág. -

CORREIA, Vergílio - Pintores Portugueses nos séculos XV e XVI. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1928, pág. -

FRANÇA, José Augusto - "Le Polyptyque de S. Vincent - hors - les - murs a Lisbonne, nouvelle voies d'enquête", in Annales, nº 3 Maio /Junho. Paris: 1962, pág. -

GODINHO, Vitorino Magalhães - "Os Painéis de Nuno Gonçalves: Caminhos de pesquisa e hipóteses de trabalho", in Ensaios II. Lisboa: Liv. Sá da Costa, 1978, pág. -

 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica