MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 20 de janeiro de 2019    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
1785 Pint
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Título:
Santo Agostinho
Autor:
Piero della Francesca
Datação:
1454 d.C. - 1469 d.C.
Matéria:
Óleo (?)
Suporte:
Madeira de choupo
Técnica:
Pintura a óleo (?)
Dimensões (cm):
altura: 133; largura: 59,5;
Descrição:
Santo Agostinho, com mitra e rico pluvial em cujo sebasto surgem representados episódios do Novo Testamento, segura com a mão direita um livro e, com a esquerda, o báculo.
Incorporação:
Doação - Adquirido no leilão Burnay.
Origem / Historial:
Esta pintura, anteriormente tida como pertencente à escola de Giovanni Battista Cima da Conegliano, foi atribuída a Piero della Francesca e relacionada com o políptico de Santo Agostinho de Borgo Sansepolcro por Kenneth Clark. A obra, encomendada por Angelo di Giovanni di Simone em 1454 e referida por Vasari, deverá ter sido concluída na década de 60 do século XV. Compunha-se originalmente por um painel central representando a "Virgem com o Menino", tendo de cada lado duas tábuas com a figuração de santos, nomedamente, São Nicolau Tolentino (colecção Poldi Pzzoli, em Milão) e São João Evangelisa (Frick collection de Nova Iorque), no lado direito, Santo Agostinho (Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa) e São Miguel (National Gallery, Londres), do lado esquerdo. As pequenas cenas do Novo Testamento pintadas no sebasto da capa do Santo são particularmente importantes, pois revelam indubitavelmente analogias com os frescos da Igreja de São Francisco de Assis em Arezzo, levantando questões que se prendem com o papel desempenhado pelos colaboradores de Piero. * Forma de Protecção: classificação; Nível de classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006 *
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica