MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 15 de dezembro de 2018    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
738 Pint
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Salomé com a cabeça de São João Baptista
Título:
Salomé com a cabeça de São João Baptista
Autor:
Lucas Cranach, o Velho
Datação:
1510 d.C. - 1515 d.C.
Matéria:
Óleo
Suporte:
Madeira de carvalho
Técnica:
Pintura a óleo sobre madeira de carvalho
Dimensões (cm):
altura: 61; largura: 49,5;
Descrição:
Salomé surge representada a meio corpo, vestindo um traje de veludo preto e manto de brocado debroado com pele de marta que lhe cobre a cabeça. Sob o vestido usa corpete ornado de aljofares, tendo uma fita a cingir-lhe a cintura. As mangas, de setim branco, partem dos ombros em folhos largos que apertam a meio do braço com faixas bordadas. Segura com as mãos uma salva com a cabeça de São João Baptista. José Alberto Seabra Carvalho escreve no Guia do MNAA (2009): " Esta é a sua (de Cranach) mais antiga representação do tema e também a mais impressiva, caracterizando-se por uma enorme secura e potência narrativas, quase nada nos distraindo, no fundo negro da pintura, do nosso confronto visual com ela. Tratada num registo de elegância e luxo discreto como se fosse um retrato cortesão, marcando, mais que com a cruel exibição da cabeça do degolado, a perversidade do momento dramático aqui isolado, esta Salomé constitui, como já tem sido entendido, uma das raras vezes em que Cranach terá conseguido transmitir a noção de que o Mal pode andar associado à maior Beleza". No canto superior direito, sobre o fundo negro, está pintado um dragão alado, emblema usado pelo pintor entre 1508 e 1537.
Incorporação:
Doação - Oferta do Conde de Carvalhido.
Origem / Historial:
O restauro efectuado a esta pintura pôs a descoberto alguns pormenores da pintura original, nomeadamente a posição da mão esquerda. A este propósito, veja-se o artigo de João Couto e Manuel Valadares no Boletim da Academia Nacional de Belas Artes, Fasc. IV, 1938. Segundo a opinião de Jean Wirth, a "Salomé" do Museu Nacional de Arte Antiga faria parte de um conjunto que contaria com a "Lucrécia" da colecção Kristers. De facto, as medidas do painel "Lucrécia" (60x47) corroboram a hipótese levantada pelo historiador, assim como a cronologia de 1510-1513 proposta por Friedlander. * Forma de Protecção: classificação; Nível de classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006 *
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica