MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sexta-feira, 25 de setembro de 2020    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
644 Esc
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Escultura
Denominação:
Fonte bicéfala
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Portugal; Estremadura; Lisboa
Oficina / Fabricante:
Lisboa
Datação:
1501 d.C. - 1515 d.C.
Matéria:
Pedra (calcário).
Técnica:
Escultura de vulto pleno.
Dimensões (cm):
altura: 107; largura: 71;
Descrição:
Fonte bicéfala composta por coluna torsa decorada com escamas de réptil, rematada por duas bicas antropomórficas, a da esquerda com rosto feminino coroado, e a da direita com rosto masculino barbado, com cabelos de madeixas estrigiladas, também coroado. Nas faces laterais da coluna relevam-se dois escudos. O primeiro, de recorte irregular, tem a esfera armilar esculpida em alto relevo, com meridiano onde corre inscrição marcada em baixo relevo E. M. P. R.. No segundo, com o mesmo recorte mostra-se o camaroeiro. Dinâmica.
Incorporação:
Compra - José Pinto Leite
Origem / Historial:
* Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006 *

Título

Local

Data Início

Encerramento

N.º Catálogo

Portuguese Art 800-1800

Londres, Royal Academy of Arts

1955-10-29

1956-02-19

Os Descobrimentos Portugueses e a Europa do Renascimento.XVII Exp.Europeia de Arte,Ciência e Cultura do Conselho da Euro

Lisboa, Núcleo do Museu Nacional de Arte Antiga,"Abre-se a Terra em Sons e Cores".

1983-05

1983-10

No Tempo das Feitorias. A Arte Portuguesa na Época dos Descobrimentos

Lisboa, Museu Nacional de Arte Antiga

1992-06

1992-12

Culturas do Índico - CNCDP

Lisboa, Galeria de Exposições Temporárias - MNAA

1998-06-05

1998-09-05

Museu Nacional de Arte Antiga, Lissabon

Bonn, Kunst-und Ausstellungshalle der Bundesrepublik Deutschland

1999-03-26

1999-07-11

Outro Mundo Novo Vimos

Museu Nacional de Arte Antiga, org. Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses

2001-07-21

2001-11-04

The Encompassing Globe Portugal e o Mundo nos séculos XVI e XVII

Lisboa, Museu Nacional de Arte Antiga

2009-07-15

2009-10-13

 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica