MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
segunda-feira, 17 de dezembro de 2018    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
26 Pint
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Título:
Adoração dos Reis Magos
Autor:
Mestres do Sardoal
Oficina / Fabricante:
Oficina do Mestre do Sardoal
Datação:
1501 d.C. - 1525 d.C.
Matéria:
Óleo
Suporte:
Madeira de carvalho
Técnica:
Pintura a óleo
Dimensões (cm):
altura: 186; largura: 73;
Descrição:
A Virgem sentada com o menino nos braços e São José, de pé, recebem a visita dos três reis magos - Gaspar, Baltazar e Melchior -, que, guiados pela estrela, vêm prestar a sua homenagem e entregar as oferendas - ouro, incenso e mirra. A linha central da composição é marcada por uma coluna marmoreada encimada por capitel coríntio que divide o quadro em dois registos: o da esquerda, onde se encontra a Sagrada Família, e o da direita, onde se situam os três reis. O equilíbrio estrutural da pintura é ainda acentuado pelo facto de, em cada um dos grupos, duas das personagens se encontrarem sentadas (a Virgem e o Menino) ou ajoelhadas (Gaspar e Baltazar), e uma de pé (São José e Melchior, respectivamente). Este jogo do duplo da imagem tem ainda lugar nos gestos das figuras e nos objectos representados. Assim, a Virgem e o Menino Jesus seguram com a mão direita peças de ouro, Gaspar e Baltazar têm ambos as mãos postas, São José e Melchior seguram com a mão esquerda duas riquíssimas peças de ourivesaria, ao passo que o recipiente onde está guardado o ouro foi colocado, juntamente com o barrete do mago Gaspar, na escadaria em primeiro plano. O pano-de-fundo do quadro é preenchido por umas ruínas que se abrem sobre uma paisagem arborizada e percorrida por um caminho que dá acesso a uma construção que se vislumbra ao longe.
Incorporação:
Transferência - Convento de Montemor-o-Velho
Origem / Historial:
De acordo com as informações fornecidas por Maria José Mendonça no catálogo da exposição Os Primitivos Portugueses (1450-1550), este quadro, que pertence ao fundo antigo do Museu, provém de Montemor-o-Velho segundo o que se pode ler numa nota escrita a giz no reverso do painel e para a qual João Couto chamou a atenção.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica