MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 9 de agosto de 2020    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário:
750 Esc
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Escultura
Denominação:
Saleiro
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Benim,
Oficina / Fabricante:
Benim; artífice beni
Datação:
XVI d.C.
Matéria:
Marfim
Técnica:
Bloco circular de marfim, composto por taça e tampa. O exterior é esculpido em alto relevo e em vulto pleno.
Dimensões (cm):
altura: 19,2; diâmetro: 9,8;
Descrição:
Bloco circular de marfim esculpido sob a forma de saleiro (incompleto). Dividido em duas peças, o saleiro é composto pelo receptáculo central e pela tampa. O primeiro, apresenta figuras masculinas montadas em cavalos (?) e de pé, figurados em meio corpo esculpido em alto relevo. Estas figuras envergam cota de armas e trajes civis, empunham adagas e instrumentos de escrita; mostram um tratamento esquemático dos rostos caracterizado pelos olhos amendoados, grandes orelhas e o nariz aquilino. A figura frontal apresenta-se barbada e as laterais sem barbas. Na tampa está esculpido um cavaleiro com a sua montada, trabalhado em vulto pleno, em posição frontal. "Apresenta a cabeça coberta por capacete em bico (?) com babeira a defender-lhe o queixo e cobre-nuca de malha à maneira oriental. De todas as figuras é a que apresenta elementos mais arcaizantes" (Pinto 1989). Este é o único exemplo no corpus dos saleiros do Benim em que figuras a cavalo e de pé, com e sem barba estão combinadas (Bassani 1988), com continuidade entre as duas secções. Um grande sentido de movimento envolve o registo inferior, sendo os pormenores fruto de uma rigorosa observação.
Incorporação:
Compra - Comprado a A. Rosenfeld
Origem / Historial:
* Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; Nº 19/2006;18/07/2006 *
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica