MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 28 de fevereiro de 2021    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves
N.º de Inventário:
CMAG 888
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Título:
A moliceira
Datação:
1881 d.C. - 1888 d.C. - XIX
Matéria:
óleo
Suporte:
madeira
Dimensões (cm):
altura: 41; largura: 55.5;
Descrição:
Retrato de uma moliceira na faina diária. Ao centro, uma figura feminina transporta algas do mar para a areia da praia. Atrás, o mar revolto do Inverno e uma outra mulher de costas a executar a mesma tarefa. Ao fundo, sobre o lado direito, dois barcos em tons avermelhados partem para o mar.A riqueza expressiva desta composição assenta na harmonia cromática utilizada entre os azuis-cinza e arroxeados do mar e do céu e as marcações claras do movimento das ondas na neutralidade do areal.
Incorporação:
Legado - Por testamento de 31/07/1964
Origem / Historial:
Adquirida em 22/03/1934 na Calçada do Sacramento, 14-3º . Foi comprada num lote de duas peças (SIC 332 e SIC 331) pelo valor total de 3.500$00 (três mil e quinhentos escudos) mais 250$00 (duzentos e cinquenta escudos) para a intermediária Laura Costa. Segundo o Dr.Anastácio Gonçalves atribuiem-se-lhes valores iguais (1.750$00 a cada obra). Metida em rica moldura de baguette. Em 19/07/1940 António Conceição e Silva e Ezequiel Pereira colocaram as suas assinaturas por baixo da seguinte declaração, escrita pelo primeiro: "Reconhecemos como autentico do grande pintor Antonio Carvalho da Silva Porto este quadro". Em 1965, as Finanças atribuiram-lhe o valor de 20.000$00 (vinte mil escudos).
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica