MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contacts  separator  Help  separator  Links  separator  Site Map
 
Thursday, October 21, 2021    INTRODUCTION    ORIENTED RESEARCH    ADVANCED RESEARCH    ONLINE EXHIBITIONS    INVENTORY GUIDELINES 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
OBJECT DETAILS
Museum:
Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves
Inventory number:
CMAG 906
Supercategory:
Arte
Category:
Pintura
Title:
Barca de passagem em Serreleis (Minho)
Date / Period:
1892 A.D - XIX
Material:
óleo
Holder:
tela
Measurments (cm):
height: 133; width: 200;
Description:
Cena da vida rural minhota retratando a travessia do rio duma margem para outra. Encostada à margem do lado esquerdo mas pronta para partir está a barca de serreleis. Na barca, a rapariga afasta-a da margem com uma vara, figura vestida com um traje regional de cores vivas. Transportam um carro de bois carregado de feno guiado à mão por um homem de quem se vê somente o chapéu preto. A composição desenrola-se numa serenidade com um jogo de reflexos da luminosidade do dia com as cores utilizadas na fragmentação das calmas águas .
Incorporation:
Legado - Por testamento de 31/07/1964
Origin / History:
Tela comprada em 6/05/1957 a Senhor Ferreira das Neves, Avenida da República, 56-B por 40.000$00 (quarenta mil escudos) mais 1.500$00 (mil e quinhentos escudos) para o tio, o intermediário. Pagou por transportes e gratificações 286$50 (duzentos e oitenta e seis mil e quinhentos escudos). Foi restaurada na oficina de Mardel por 1.000$00 (mil escudos) uma vez que a tela estava bastante danificada na parte esquerda por lhe ter caído água, pela fractura de uma telha. A obra entrou em casa em 15/06/1957. A moldura foi restaurada em 24/11/1959 por 280$00 (duzentos e oitenta escudos). Ainda nas notas do Dr.Anastácio Gonçalves vem referido que se sabe por João da Silva que o senhor Ferreira das Neves, tio, mandou vir de Londres, à sua custa; as tintas para se pintar este quadro. Sabe-se por Silva Porto, filho, que esta obra proporcionou ao pintor uma Medalha de Honra. No "Anuário do Grémio Artístico", 1893-94, foi vendida ao Dr.Rebelo da Silva. No catálogo da "Exposição dos Trabalhos de Silva Porto", 1894, esta obra vem indicada como pertencendo ao Dr. A. M. Rebelo da Silva. Em 1965, as Finanças atribuiram-lhe o valor de 100.000$00 (cem mil escudos).
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Terms & Conditions  separator  Credits