MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 18 de abril de 2024    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Grão Vasco
N.º de Inventário:
2383
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
O Génio das Artes - Erato
Título:
O Génio das Artes - Erato
Autor:
Fonseca, António Manuel da
Datação:
XIX d.C.
Matéria:
óleo
Suporte:
Tela
Dimensões (cm):
altura: 54; largura: 43;
Descrição:
Busto de mulher de perfil, com rosto de frente, de cabelo ondulado caído do lado direito sobre o ombro, vestido branco com amplo decote, orlado com renda branca, manto vermelho ornamentado com letras, seguro por um alfinete dourado. A figura feminina ostenta na cabeça uma coroa de louros e na fronte uma coroa dourada com flor de brilhantes ao centro, brincos dourados com lágrima branca pendente e pulseira igualmente dourada com pedras coloridas e letras inscritas. Ao pescoço apresenta um fio dourado com medalha volumosa oval, com o relevo de um casal, de perfil, encimada por uma coroa imperial. A mulher segura nas mão a medalha que parece exibir ao observador. Na mão esquerda segura ainda uma caneta dourada. Trata-se de uma figura nobre detentora de grande sensualidade. Esta musa da mitologia grega, filha de Zeus, está identificada através do nome inscrito na sua pulseira. Erato está associada à música, poesia lírica, mas também das belas artes, e o seu nome significa “amável”, já que os artistas por ela inspirados seriam dignos de apreço e admiração. Esta alegoria mostra uma donzela, glorificada com uma coroa de louros, atributo dos poetas, e com um diadema com uma estrela resplandecente, simbolizando a genialidade. No seu manto inscrevem-se os nomes de diversos pintores e poetas, nas suas mãos está uma lapiseira, o instrumento que permite representar a criação artística, e um medalhão com as efígies dos patronos das artes, neste caso dos reis D. Maria II e D. Fernando.
Incorporação:
Compra - Aquisição no Leilão Ameal, Coimbra
Origem / Historial:
António Manuel da Fonseca (1796-1890) é um pintor de referência no panorama da pintura neoclássica portuguesa, representativa do Academismo Romano, desenvolvendo uma temática muito associada às cenas históricas e mitológicas.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica