MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quarta-feira, 20 de outubro de 2021    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Grão Vasco
N.º de Inventário:
2324
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Milho ao Sol
Datação:
1927 d.C.
Matéria:
Pintura a óleo
Suporte:
Madeira
Dimensões (cm):
altura: 34,5; largura: 41;
Descrição:
Paisagem de costumes. Numa eira delimitada por vegetação de diferentes tonalidades, sucedem-se vários toldes cobertos de milho, figurados sob a forma de compactas manchas amarelas. Aqui o autor encontrou algumas mulheres em plena lavoura. O papel principal é atribuído a uma mulher, ajoelhada sobre um tolde, que retira as maçarocas de milho de um cesto. Esta figura feminina encontra-se descalça, vestindo longa saia azul, avental vermelho e camisa cor-de-rosa. Na cabeça usa um lenço florido em tons de amarelo e vermelho, ostentando ainda um chapéu de palha. Num plano mais afastado, surge o vulto de outra mulher que, ligeiramente curvada, se apresenta com vestes escuras e lenço vermelho. Junto dela descobre-se uma cesta e um recipiente verde. As pinceladas de contornos pouco definidos, sugerem no horizonte rural, uma outra figura feminina ajoelhada, e um pequeno conjunto de escadas, que antecedem a porta de entrada de uma habitação. Trata-se de uma composição onde a paleta bastante alegre e a própria temática se coadunam com a actividade criativa desenvolvida por Malhoa.
Incorporação:
Compra - Compra ao autor, em 1930.
Iconografia e Heráldica

Tipo

Descrição

Imagem

Iconografia

Milho ao Sol é uma composição muito característica da actividade criativa de José Malhoa, recorrendo à temática de costumes. O destaque é dado a uma mulher que retira maçarocas de milho de um cesto e as espalha para uma manta de retalho, a fim de secarem na eira; em segundo plano observa-se o cereal disposto ao sol e ainda outra figura feminina em plena lavoura, numa cena que remete para o fim de um ciclo de produção agrícola. A paleta recorre a cores vibrantes, predominando os vermelhos e amarelos, que ressaltam o sentido luminoso distintivo da obra de Malhoa, caracterizando, desta forma, um soalheiro dia de Verão. Augusto de Castro diz que este artista nunca pintou senão Luz de Portugal, e refere-o como Pintor de Luz, criador de Sol ¹. José Malhoa, nasceu em Caldas da Rainha, em 1855, e foi estudar para Lisboa aos doze anos de idade. Dedicou-se à pintura de paisagem, costumes, retrato, cenas históricas e à pintura decorativa. Foi também professor, revelando grandes faculdades expressas na influência que exerceu nos seus discípulos e seguidores. As obras de Malhoa, tal como as de outros do seu tempo, registam um país pacato, tradicional, que corresponde a uma visão algo intemporal da própria Natureza e das vivências humanas, apartada de intenções críticas. Pequenas telas com temas do quotidiano, como a que se apresenta, dão particular atenção à vida rural. São quase sempre representações muito momentâneas, executadas com grande liberdade, recorrendo a pinceladas vigorosas, que captam a essência do ambiente em que a cena decorre. Figueiró dos Vinhos, onde Mestre Malhoa viveu meio século, foi o local escolhido para um notável trabalho que marca indelevelmente a arte portuguesa, tendo aí sido executada a presente obra, uma das mais significativas no contexto de outras dispersas em várias colecções. José Malhoa foi amplamente reconhecido como mestre de pintura no seu tempo, sendo considerado um dos expoentes artísticos nacionais e um dos pioneiros do Naturalismo em Portugal, tendo integrado o Grupo de Leão, constituído por artistas como Silva Porto, Marques de Oliveira, Columbano Bordalo Pinheiro, entre outros. Em 1933, ano da sua morte, foi inaugurado, em Caldas da Rainha, um museu com o seu nome.

imagem
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica