MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 24 de março de 2019    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Grão Vasco
N.º de Inventário:
2155
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Pentecostes/Políptico da Capela-mor da Sé de Viseu
Autores:
Vasco Fernandes (c.1475-1542)
Henriques, Francisco (act.1508-1518)
Local de Execução:
Viseu
Datação:
1501 d.C. - 1506 d.C.
Suporte:
Madeira de Carvalho
Técnica:
Pintura a óleo
Dimensões (cm):
altura: 133; largura: 82;
Descrição:
Painel do antigo retábulo da capela-mor da Sé de Viseu (1501-1506). A cena da Descida do Espírito Santo (Pentecostes), facilmente identificável através da presença da pomba planante, decorre aqui no interior de uma habitação, em cujo fundo se pode identificar um leito e uma lareira. Em redor da Virgem, que ocupa o centro do painel, organizam-se os doze apóstolos, cuja surpresa se assinala através dos gestos teatrais e da posição alteada da cabeça e do olhar. Os erros de escala e perspectiva da arquitectura que enquadra a cena ilustram a impossibilidade de incluir no universo criativo de um mesmo pintor as diferentes soluções ensaiadas nos diferentes painéis deste retábulo.
Incorporação:
Transferência - Da Sé de Viseu
Origem / Historial:
Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; N.º 19/2006; 18/07/2006
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica