MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
segunda-feira, 3 de outubro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea
N.º de Inventário:
584
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
À beira-mar (Praia das Maçãs)
Datação:
1926 d.C.
Matéria:
Óleo
Suporte:
Madeira
Técnica:
Pintura a óleo
Dimensões (cm):
altura: 69; 100; largura: 87; 127,5;
Descrição:
Pintura de costumes. Numa esplanada à beira-mar, delimitada por um muro caiado de branco, à esquerda, observa-se a rebentação das ondas do mar, ao fundo. No centro da composiçao encontra-se um casal sentado a uma mesa - ele de frente, vestindo um fato e usando bigode. Debruçado, apoia o cotovelo direito na mesa, e ela de costas, sentada de perna cruzada, usa um chapéu de abas largas (capeline) e traje cor de rosa, modelo da decada de 10 (cintura subida e folho na extremidade da saia) periodo do inicio da frequencia desta praia por Malhoa, em 1911. A esplanada está à sombra, tendo uma cobertura em palhinha, assente em estacas de madeira, que filtra uma forte luz estival, projectando sombras e pequenas manchas circulares de luz solar no chão e no muro branco da varanda. O local está identificado: é a esplanada do "Restaurant Flor da Praia", junto da praia, mais conhecido por "Varanda do Grego", de Julio Grego, seu proprietario.
Incorporação:
Compra - Adquirido pelo Estado em 1926, na 23ª exposiçao da SNBA, por proposta de Columbano Bordalo Pinheiro, director do MNAC de 1914 a 1929. Embora a tecnica utilizada, o tipo de pincelada e o modelo do traje feminino se ajustem a um periodo anterior, eventualmente entre 1913 e 18, a apresentaçao desta pintura na 23ª exposiçao da SNBA, em 1926, por um preço elevado (18.000$00 - o valor de venda mais elevado da sua produçao) e determinante como indicador da sua realizaçao final neste ano, considerando-se a hipotese de que os estudos preparatorios e o inicio da pintura poderao ser anteriores a esta data.
Origem / Historial:
Adquirido pelo Estado em 1926 na 23ª exposiçao da SNBA por proposta de Columbano Bordalo Pinheiro, director do MNAC de 1914 a 1929.

Tipo

Descrição

Imagem

imagem

Imagem

IFN: 06480 TC

imagem

imagem

Imagem

Número de inventário: 6480 Autor: Carlos Monteiro Localização: DDF-IPM

imagem
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica