MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 8 de dezembro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea
N.º de Inventário:
19
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Igreja abandonada
Local de Execução:
Bretagne; canto inferior esquerdo
Datação:
1890 d.C.
Matéria:
Óleo
Suporte:
Tela
Técnica:
Pintura a óleo
Dimensões (cm):
altura: 134; largura: 95;
Descrição:
Pintura de costumes. Num canto da nave lateral de uma igreja bretã abandonada, com fissuras nas paredes e vegetação no chão, onde estão espalhados um castiçal e uma escada, enquadrado por dois arcos ogivais, um velho camponês, de chapéu e bengala na mão, contempla com uma resignação dramática no olhar a decadência do sítio, metáfora de um sofrimento interior. Ao fundo, à esquerda, uma bretã ajoelha-se frente a um altar. É um notável estudo de luz interior, que incide pela esquerda directamente no camponês, vinda de um janelão propositadamente ocultado.
Incorporação:
Transferência - Academia de Belas Artes
Origem / Historial:
Foi comprado através do legado Valmor em 1910-11 ao próprio artista por 600 escudos. Em Maio de 1989 foi transferido da Cidadela de Cascais para o Palácio Nacional da Ajuda. Desde 1991 que está nas Reservas do Museu. Informação sobre intervenções de conservação e restauro: - A obra foi intervencionada em 2001 pela Empresa Junqueira 220. (Ver Doc. associada)
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica