MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
segunda-feira, 25 de outubro de 2021    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional dos Coches
N.º de Inventário:
HD 0032
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Pintura
Título:
Retrato da Rainha D. Amélia
Autor:
Corcos, Victor (Livorno, 1856 - ?)
Datação:
1905 d.C.
Suporte:
Tela.
Técnica:
Óleo.
Dimensões (cm):
altura: 182; largura: 158;
Descrição:
Retrato oval da Rainha D. Amélia de Orléans e Bragança, fundadora do Museu dos Coches Reais, em Belém. Casou com D. Carlos I, foi mãe de D. Manuel II. A rainha apresenta-se sentada em sofá, em pose sobre a direita, sobre o qual se estende o manto de arminhos. Enverga vestido de seda rosa pálido, adornado com pérolas e brilhantes e ostenta diadema cravejado de brilhantes. Na mão direita tem duas rosas brancas que assentam sobre o regaço, e na esquerda um leque branco fechado. Sobre o reposteiro de seda rosa que serve de fundo à retratada, foram pintadas as armas reais portuguesas e as da família de Orléans, sobrepujadas por coroa única. Sob os escudos, a legenda transcrita. À esquerda, eleva-se uma coluna de mármore rosa e branco. A moldura de talha acompanha o formato oval da tela, sendo decorada no interior com friso interrompido por quatro folhas contrapostas, dispostas duas a duas, que marcam o eixo horizontal; este, é circundado por talha volumétrica, em que pontuam acantos, aletas e concheados, que conferem maior verticalidade ao suporte.
Incorporação:
Doação - Rainha D. Amélia de Orléans e Bragança.
Origem / Historial:
Remonta ao ano de 1939 a vontade expressa pela Rainha D. Amélia em dotar o Museu por si fundado com um retrato da sua real pessoa, ficando todo o processo burocrático inerente à transferência da obra para Lisboa, a cargo da Legação de Portugal em Paris. Em 1945, confirmou-se a oferta do quadro ao Estado Português por intermédio da Repartição do Património do Ministério das Finanças, transitando este do Palácio das Necessidades para o Museu Nacional dos Coches. Quando deu entrada no Museu, a tela foi colocada numa das salas do andar nobre, junto de uma vitrine onde se encontrava já exposto o manto régio (nº invº HD 1), igualmente enviado de Paris.

Bibliografia

Catálogo da Exposição De Picadeiro a Museu/De Museu a Picadeiro. Lisboa: IPM/MNC, 1995, pág. 68, cat. 16

GUEDES, Maria Natália Correia; TAXINHA, Maria José - Mantos Régios e Paramentos do Paço Ducal de Vila Viçosa. Lisboa: Fundação da Casa de Bragança, 1990, pág. 87, est. XVIII

KEIL, Luís - Catálogo do Museu Nacional dos Coches, 1964,4ª ed.. Lisboa: 1964, pág. 78, cat. 395-B

MACEDO, Silvana Costa - Museu Nacional dos Coches - Roteiro, 2ª ed.. Lisboa: IPPC, 1989, pág. n. 222

PINTO, Augusto Cardoso - Museu Nacional dos Coches - Guia do Visitante (Ilustrada). Lisboa: 1948, pág. 35

SOARES, Ernesto; LIMA, Henrique Ferreira de - Retratos de Portugueses e de Estrangeiros em Relações com Portugal, Dicionário de Iconografia Portuguesa , 5º vol.. Lisboa: Instituto para a Alta Cultura, 1960, pág. 400, n. 5130-H)

 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica