MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 20 de janeiro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu de Évora
N.º de Inventário:
ME 1753
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Escultura
Denominação:
Janela dos Paços Reais de São Francisco, Évora
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Portugal
Datação:
1513 d.C.
Matéria:
Mármore
Dimensões (cm):
altura: 289; largura: 274;
Descrição:
Janela ou Balcão da Rainha (termo utilizado por Túlio Espanca), exemplar geminado, de mármore, com arcos redondos, capitéis do estilo árabe e bases poligonais, tendo elementos naturalistas e meias canas envolventes no tardoz. Incorporado nesta esteve um peitoril de ferro, ainda tendo os vestígios do mesmo. Na soleira estão imbutidos pequenos azulejos de "corda seca" das olarias de Sevilha.
Incorporação:
Transferência - Biblioteca Pública de Évora
Proveniência:
Convento de São Francisco.
Origem / Historial:
Esta janela é proveniente dos Paços Reais de São Francisco, e situava-se, segundo Câmara Manuel "no topo Oriental do corredor da ala Sul do convento (...) ocupada por celas". Foi transferida para a Biblioteca Pública na sequência das demolições realizadas pelo Dr. Francisco Barahona na última década do século XIX (Manoel, 1896: 303). Segundo António Barata (1903: 76) era conhecida como janela "da Rainha" "na parte que olhava a Oriente para a rua chamada do Paço, no principio do século XX, do Marquês de Pombal, e hoje da República.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica