MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
segunda-feira, 17 de dezembro de 2018    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu de Évora
N.º de Inventário:
ME 1526
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Pintura
Denominação:
Visitação
Autor:
Desconhecido
Datação:
XVI d.C.
Suporte:
Madeira de carvalho
Técnica:
Óleo
Dimensões (cm):
altura: 111; largura: 74;
Descrição:
Nesta pintura é representada a visita que a Virgem, grávida de Jesus Cristo, fez secretamente a sua prima Isabel, grávida de João, em Hébron. Sendo Isabel uma mulher de idade avançada, Maria vai-se assegurar, constatando a gravidez miraculosa de sua prima, da veracidade da mensagem do anjo. A cena aqui retratada é a do momento do encontro entre as duas primas, em que Isabel se ajoelha diante de sua prima. A Virgem encontra-se no centro da composição, trajando um vestido azul e coberta por um longo manto também azul e volta o rosto, de olhos baixos, em direcção do espectador.,Rodeando a cabeça uma auréola. Santa Isabel, do lado direito, ajoelha-se perante sua prima, para quem volta o rosto. Vestida de vermelho, tem na cabeça um manto branco e uma auréola que mostra a sua condição de santa. Do lado esquerdo, por detrás da Virgem dois anjos de longas túnicas amarelas e, do lado direito, por detrás de Santa Isabel, duas mulheres, presenciam a cena. Por detrás destas uma porta de entrada na cidade e do lado direito, algumas árvores.
Incorporação:
Transferência - Transferência da Biblioteca Pública de Évora
Origem / Historial:
A pintura pertenceu à colecção de Frei Manuel do Cenáculo e, depois, da Biblioteca Pública de Évora, a qual foi transferida para o Museu de Évora em 1 de Maio de 1915. A pintura tem sido atribuida a "Gregório Lopes ou ao seu círculo de influência" como nos refere Manuel Branco no seu estudo sobre as pinturas desse pintor para o Convento do Bom Jesus de Valverde, devendo-se situar a sua realização na década de vinte, atendendo ao formulário a que a pintura está presa. (Branco, 1988-1993)
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica