MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arqueologia
N.º de Inventário:
Au 557
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Ourivesaria
Denominação:
Colher de prata
Grupo Cultural:
Romano
Datação:
II d.C. - III d.C. - Época Romana
Matéria:
Prata
Técnica:
Fundida e moldada.
Dimensões (cm):
largura: 1,2; comprimento: 10,8;
Descrição:
Fragmento de colher correspondendo à totalidade do cabo e à parte superior da concha. O cabo, rectilíneo, divide-se em três segmentos de diferentes perfis, o primeiro rectangular, o segundo octogonal e o terceiro circular, separados por nós e tratadas como balaústres, terminando de forma aguçada. Situa-se a um nível superior ao da concha, apresentando um arranque em forma de voluta. A concha seria orlada e pouco profunda, como se depreende do fragmento subsistente. O reverso da concha apresenta na parte superior, a meio, longitudinalmente uma canelura de perfil rectangular, prolongando o arranque do cabo.
Incorporação:
Compra - Aquisição em 1954 (dir.Manuel Heleno)
Proveniência:
Borralheira.
Origem / Historial:
*Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei nº 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei nº 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; nº 19/2006; 18/07/2006* Este importante núcleo de peças de ourivesaria e joalharia romanas ( Au 546 a Au 560), juntamente com um conjunto de moedas (Au 506 a Au 545), foi encontrado casualmente em 10 de Dezembro de 1953, sob um penedo na região da Serra da Estrela, supondo-se que se trataria de um "tesouro".
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica