MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 23 de janeiro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arqueologia
N.º de Inventário:
E 42
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Escultura
Denominação:
Fragmento Arquitectónico de Ramsés II
Título:
Coleção Egípcia
Local de Execução:
Egipto
Centro de Fabrico:
Região tebana
Datação:
XIII a.C. - Império Novo
Matéria:
Arenito (de grão fino)
Técnica:
Talhe e escultura e vestígios de policromia
Dimensões (cm):
altura: 51; largura: 30;
Descrição:
Fragmento arquitectónico, quebrado na ponta direita superior, que exibe uma cartela com um nome real (prenome de Ramsés II), antecedida pelo título de senhor das Duas Terras. Tem vestígios de policromia. O texto é ladeado por dois traços verticais incisos. A estela exibe o quarto nome de Ramsés II, envolto numa cartela, sendo esta forma onomástica da titulatura real também conhecida por prenome. Era o nome de coroação, recebido pelo monarca quando era investido no cargo e se revestia com o título de rei do Alto e Baixo Egipto: nesse importante momento o jovem Ramsés recebeu o nome de Usermaetré Setepenré, o qual significa "Poderosa é a Verdade de Ré, Escolhido por Ré". O título que encima a cartela não é o de rei do Alto e Baixo Egipto, como habitualmente sucedia, mas sim um outro que, afinal, significa o mesmo: "neb Taui", o "senhor das Duas Terras". A forma onomástica apresentada com esta grafia remonta à primeira metade do longo reinado do prolífero e faustoso monarca, atendendo a que depois novas modalidades gráficas foram introduzidas na elaboração dos seus quarto e quinto nomes encartelados, mantendo-se embora a mesma leitura. A observação da cartela permite detectar os signos de Ré, postados em anteposição honorífica, bem como alguns componentes do nome, como o signo "user" e a deusa Maet. (Araújo, 1993)
Incorporação:
Transferência - Palácio Nacional das Necessidades
Proveniência:
Desconhecido
Origem / Historial:
Veio do Palácio das Necessidades (1949). Exposta na " Sala do Egipto" até 1980.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica