MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
segunda-feira, 23 de maio de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arqueologia
N.º de Inventário:
Au 112
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Ourivesaria
Denominação:
Fundo de pátera a Marte
Grupo Cultural:
Romano
Datação:
I d.C. - II d.C. - Época Romana
Matéria:
Prata e ouro
Técnica:
Fundido, martelado e repuxado.
Dimensões (cm):
diâmetro: 8;
Descrição:
Fundo de pátera, ostentando ao centro, em relevo, a figura de MARS - ou de uma divindade guerreira indígena sincretizada com este deus latino -, representado como um legionário. A legenda corre em redor, junto à orla do disco. A fórmula final, V(otum) . S(olvit) . L(ibens) . M(erito), evidencia claros objectivos votivos. Porém, a interpretação global da legenda não se tem revelado consensual. (...) A preciosa oferenda - de prata, com letras incrustadas a ouro - foi depositada num santuário, ou templo, consagrado a Marte: a evidente representação do deus romano, ao centro da pátera, na sua convencional pose de legionário, não deixava margens para dúvidas quanto ao nume que se invocava; apenas a sigla S com que se iniciava a epígrafe remetia - de forma aliás plena de discrição, quase intimista - ou para a sua expressão gaulesa, Segomo, ou para o seu intrínseco cariz como numem protector dos militares, ao ponto de com eles se metamorfosear, Sagatus; se esta última hipótese nos pode parecer mais provável quer por ser uma simples forma adjectival latina, quer pelo incontornável paralelo asturicense, quer ainda pela sua plena adequação à figura de Marte em trajo de soldado já a primeira poderá apelar a seu favor o inquestionável carácter "galo-germânico" do antopónimo Saurius, que suposemos como gentilício do beneficiário deste voto. (...) Transcrição: S(egomoni vel Sagato) . ARQVI(us) . CIM(ini filius) L(ucio) . SAVR(io) . V(otum) . S(olvit) . L(ibens) . M(erito) Tradução: A Segomo ou Sagatus, Arquius filho de Cimin(i)us, por Lucius Saurius o voto cumpriu de bom grado e com razão. (RIBEIRO, José Cardim 2002)
Incorporação:
Compra - Leite de Vasconcelos
Proveniência:
Carriça
Origem / Historial:
*Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei nº 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei nº 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; nº 19/2006; 18/07/2006* Carriça, Alvarelhos. Esta pátera pertenceu à colecção de Teixeira de Aragão, que a cedeu a um antiquário parisiense, onde Leite de Vasconcelos a procurou, sendo então desconhecido o seu paradeiro. Em Março de 1905 Leite de Vasconcelos recupera a pátera que se encontrava em casa de um arqueólogo de Madrid, oferecendo por ela o preço que ele tinha pago pela sua aquisição.

Bibliografia

ENCARNAÇÃO, José d' - Divindades Indígenas sob o domínio romano em Portugal- Subsídios para o seu estudo. Lisboa: Imprensa Nacional- Casa da Moeda, 1975, pág. 270-274

HÜBNER, Emil - Corpus Inscriptionum Latinarum, vol. II. Berlim: 1869, pág. nº2373

RIBEIRO, José Cardim (Coord) - Religiões da Lusitânia, Loquuntur saxa. Lisboa: IPM, 2002, pág. 428-429

TESOUROS da Arqueologia Portuguesa. Lisboa: Museu Nacional de Arqueologia, 1980, pág. cat.152

VASCONCELOS, José Leite de - Notice Sommaire sur le Musée Ethnologique Portugais. O Arqueólogo Português, vol. X. Lisboa: Imprensa Nacional, 1905, pág. 310-312,400

VASCONCELOS, José Leite de - Religiões da Lusitania, II. Lisboa: Imprensa Nacional, 1905, pág. 310-313

GOMES, R.M.Soutelo (2015) - Interação cultural e "interpretatio" na epigrafia votiva: O caso da fachada ocidental do "conuentus Bracaraugustanus". Dissertação de Mestrado. Universidade do Minho., pág. 350-360

PEREIRA, Elisabete J. Santos e Maria de NUNES, Fátima - “A (in)visibilidade de um objeto romano do Museu Nacional de Arqueologia. Leituras de história da ciência”, MIDAS [Online], 10 | 2019

 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica