MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 27 de janeiro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu da Guarda
N.º de Inventário:
1859
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Têxteis
Denominação:
Lenço dos namorados
Título:
Lenço dos namorados
Autor:
Mendonça, Maria José Furtado de Mendonça (? - 1922)
Local de Execução:
Portugal.
Centro de Fabrico:
Rapa. Celorico da Beira. Portugal.
Datação:
XX d.C.
Matéria:
Linho.
Técnica:
Tecelagem, bordado.
Dimensões (cm):
altura: 79; largura: 77,2;
Descrição:
Lenço de namorados em linho. Bordado com crivo, ponto cheio e ponto de cruz. Os crivos ocupam os bicos do lenço. Em cada lado e ao centro versos de amor a ponto de cruz em tons azul e vermelho. Lenço recortado em toda a volta. Ao centro dentro de cercadura de S a vermelho, e flores a azul com trés pétalas. Encimado por dois corações, que por baixo têem chave, com seis flechas (laterais trés a trés), e um pássaro de cada lado, que seguram pelo bico uma coroa. A seguinte legenda: "EU SOU FIRME E TE JURO CONSTANCIA". Ao centro de cada lado do lenço, e encimados por bordados iguais, as seguintes legendas: "Sobre a pedra branca e dura Teu nome mandei gravar Com humas letras que dizem Eu naçi para te amar" "Meu coraçaó sera eterno Minha fé naó tera fim Se he precizo juramento Desde ja juro que sim" "Se te aboreçe o quererte Se forcazo o desprezarte Emsiname a aborrecerte Que eu naó sei senaó amarte" "O meu coraçaó palpita E em segredo medis Que comtigo tarde ou sedo Heide vir a ser felis"
Incorporação:
Legado - De Maria Amélia Furtado de Mendonça Freitas
Origem / Historial:
Origem: Rapa - Celorico da Beira - Guarda. Segundo legenda existente no Museu Regional da Guarda: O lenço foi entregue ao Museu regional da Guarda por Emilía Amaral Gomes da Costa e Silvério Ferreira Gomes da Costa, bisnetos de Dª. Maria José Furtado de Mendonça que bordou o lenço. O lenço foi deixado ao Museu da Guarda por vontade de Maria Amállia Furtado de Mendonça Freitas.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica