MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 21 de maio de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Arqueologia
N.º de Inventário:
17905
Supercategoria:
Arqueologia
Categoria:
Bronzes figurativos
Denominação:
Estatueta de Fortuna
Datação:
I d.C. - Época Romana
Matéria:
Bronze
Técnica:
Fundição oca; maciça na cabeça e membros.
Dimensões (cm):
altura: 16; largura: 6,5; espessura: 2,7;
Descrição:
Estatueta de Fortuna representada por uma mulher jovem envergando uma longa túnica e coroada por um pequeno diadema. Como atributos segura, na mão esquerda, uma cornucópia dupla, plena de elementos vegetalistas; a mão direita apresenta-se em posição de segurar o leme do Destino, que ora falta. Trata-se de uma peça de grande qualidade, por certo cópia de um protótipo clássico, executada muito provavelmente na época de Augusto e produto de importação. As suas características físicas apontam para um culto doméstico, de larário.
Incorporação:
Doação - Oferta do Dr. Joaquim da Silveira
Proveniência:
Lameirancha
Origem / Historial:
*Forma de Protecção: classificação; Nível de Classificação: interesse nacional; Motivo: Necessidade de acautelamento de especiais medidas sobre o património cultural móvel de particular relevância para a Nação, designadamente os bens ou conjuntos de bens sobre os quais devam recair severas restrições de circulação no território nacional e internacional, nos termos da lei nº 107/2001, de 8 de Setembro e da respectiva legislação de desenvolvimento, devido ao facto da sua exemplaridade única, raridade, valor testemunhal de cultura ou civilização, relevância patrimonial e qualidade artística no contexto de uma época e estado de conservação que torne imprescindível a sua permanência em condições ambientais e de segurança específicas e adequadas; Legislação aplicável: Lei nº 107/2001, de 8 de Setembro; Acto Legislativo: Decreto; nº 19/2006; 18/07/2006* Encontrada no decurso de trabalhos agrícolas em Lameirancha, concelho de Torres Novas. Foi oferecida ao museu pelo Drº Joaquim da Silveira em 1912.

Bibliografia

BOUBE-PICCOT, Christianne - "Les Bronzes Antiques du Maroc, I - La Statuaire", in Études et Travaux d'Archéologie Marocaine, IV. Rabat: 1969, pág. Planche166,167,168

CATÁLOGO da Exposição: Portugal das Origens à Época romana. Lisboa: IPM, 1989, pág. 79 (foto)

CORREIA, Vergílio - "O período Romano" in Damião PERES (ed.), História de Portugal, I. Porto: Portucalense Editora, 1928, pág. 246

ESPERANDIEU, E.; ROLLAND, H. - Bronzes Antiques de la Seine Maritime, XIII supplément à Gallia: 1959, pág. PL.XXVII,nº 72

FREITAS, Maria Luisa Amaral Varela de - Bronzes figurativos pré-romanos e romanos. Lisboa: 1987, pág. Nº 093

LACERDA, Aarão de - "História da Arte em Portugal", 1. Porto: Portucalense Editora, 1942, pág. 99 [Fot. 94]

MATOS, José Luís de - "Subsídios para um Catálogo da Escultura Luso-Romana", dissertação de licenc. apresentada à F.L.L.. Lisboa: 1966, pág. 231

MENZEL, Heinz - Die Römischen Bronzen aus Deutschland, II. Mainz am Rhein, Trier: Verlag Philipp von Zabern, 1966, pág. 31, nº 64 Fot. 30

PINTO, António José Nunes - Bronzes Figurativos Romanos de Portugal. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2002, pág. 167-169 nº 35, Est. 49-51

REINACH, Salomon - Répertoire de la Statuaire Grecque et Romaine V. Paris: Éditions Ernest Leroux, 1924, pág. 110 [Des. nº 3]

RIBEIRO, José Cardim (Coord) - Religiões da Lusitânia, Loquuntur saxa. Lisboa: IPM, 2002, pág. 455

VASCONCELOS, José Leite de - Religiões da Lusitânia, III. Lisboa: Imprensa Nacional, 1913, pág. 305-306 [Fig. 141]

 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica