MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
terça-feira, 7 de dezembro de 2021    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Palácio Nacional da Ajuda
N.º de Inventário:
42079
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Fotografia
Denominação:
Príncipe Leopoldo de Hohenzollern- Sigmaringen (1835-1905)
Centro de Fabrico:
Lisboa
Matéria:
Papel fotográfico. (Moldura original em veludo azul, vidro e filetes de bronze dourado trabalhado).
Técnica:
Espécie fotográfica positiva, ampliada e retocada.
Dimensões (cm):
altura: 26 cm; largura: 20 cm;
Descrição:
Retrato de estúdio. Busto. Fardado. Leopoldo Estêvão Carlos António Gustavo Eduardo Tassilo de Hohenzollern-Singmaringen nasceu a 22 de setembro de 1835 em Krauchenweis na Prússia. Era o filho mais velho da princesa Josefina de Baden e de Karl Anton, príncipe de Hohenzollern; era irmão do rei Carol I da Roménia e da Rainha D. Estefânia de Portugal e pai do futuro rei Fernando da Roménia. Em 1861 o Príncipe de Hohenzollern casou com a Infanta Maria Antónia de Bragança, filha da rainha D. Maria II de Portugal e do rei consorte Fernando II, de quem teve três filhos. Na sequência da Revolução de 1868 que depôs a rainha Isabel II de Espanha, Leopoldo foi instado pelo chanceler Otto von Bismark a aceitar o trono espanhol o que relutantemente ponderou aceitar, mas que posteriormente se viria a rejeitar devido à reacção negativa de Napoleão III de França que via nisto uma ameaça. Esta questão e as exigências francesas estariam na base da Guerra Franco Prussiana de 1871, que levaria à queda de Napoleão III, ao início da III República Francesa e à Unificação da Alemanha. Morreu em Berlim a 8 de junho de 1905.
Incorporação:
Transferência - Casa Real
Origem / Historial:
Registo deste conjunto de retratos do “Arrolamento Judicial dos Bens Existentes no Palácio Nacional da Ajuda” (1910-1913): P”118 (2116v e 2117) “Quinze molduras ovaes, de veludo azul, armando em cavallete. Guarnições de metal cinzelado, dourado, e uma argola em cima. Guarnecidas de couro verde por traz, com o,38 de A. E =,31 de L., contendo , uma, o retrato de D. Marianna com um filho ao collo, outra, D. Antonia, outra D. Augusto, outra, D. Pedro V, e outra D. João, da Casa de Bragança, outra o principe Napoleão, outra a princesa Clotilde, sua mulher, outra, D. Maria Pia, outra o rei Humberto, e outra, talvez, da mesma senhora, mais nova, outra d’uma senhora de idade, vendo um álbum, e outra um rapaz novo, ao que parece da mesma família.”
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica