MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 19 de maio de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional de Etnologia
N.º de Inventário:
BM.747
Supercategoria:
Etnologia
Categoria:
Equipamento de uso doméstico
Denominação:
Cesto
Autor:
Gungunhana ou Ngungunhane
Local de Execução:
Lisboa, Portugal
Datação:
1896 d.C.
Matéria:
Fibra vegetal
Técnica:
Espiral cosida
Dimensões (cm):
altura: 5,5; largura: 7,5; comprimento: 12;
Descrição:
Cesto de formato oval, com tampa e fecho, produzido em fibra vegetal com a técnica da espiral cosida.
Incorporação:
Doação
Proveniência:
Lisboa, Portugal
Origem / Historial:
Este constitui um dos vários exemplares de cestaria atribuídos a Gungunhana (c. 1850 – 1906) durante o seu exílio em Portugal, após ter sido capturado por Joaquim Mouzinho de Albuquerque em dezembro de 1895. Mudungazi ou Mondagaz, cognominado Gungunhana, foi o último chefe Nguni a governar um vasto território do sul de Moçambique, designado de Império de Gaza e que vinha sendo reivindicado pelo governo português de então. Este cesto terá sido oferecido pelo próprio Gungunhana ao médico que o tratou pouco depois da sua chegada à prisão em Lisboa, o Dr. Cornivel Moreira, e foi oferecido pela neta deste ao museu, D. Maria Antonieta Cornivel Moreira, em fevereiro de 2017.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica