MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sábado, 22 de julho de 2017    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Museu Nacional Soares dos Reis
N.º de Inventário:
1 Cer CMP/ MNSR
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Cerâmica
Denominação:
Jarra
Autor:
Desconhecido
Local de Execução:
Portugal
Centro de Fabrico:
Portugal
Datação:
XVIII d.C. - XIX d.C.
Matéria:
Faiança
Técnica:
Faiança rodada, com esmalte estanífero branco e decoração pintada a verde, azul, amarelo e vinoso
Dimensões (cm):
altura: 26; diâmetro: 11,6;
Descrição:
Jarra rodada, de formato cilíndrico, com boca larga e ligeiramente atrombetada e base saliente, com ressalto inferior, virado para dentro. Faiança de esmalte branco com decoração pintada a amarelo, verde, azul e vinoso. Bojo decorado com três reservas verticais de lados ondulados, contendo cada uma um ramo de flores e folhagem, alongado verticalmente. Superfície exterior manchada a vinoso. Em volta da base, cercadura limitada superior e inferiormente por um filete amarelo, seguido de linha contínua de elementos lanceolados e, no meio, uma barra verde. Bordo realçado com filete amarelo.
Incorporação:
Depósito da Câmara Municipal do Porto no Museu Nacional de Soares dos Reis
Origem / Historial:
Em Janeiro de 1909 a Câmara Municipal do Porto adquiriu as colecções de António Moreira Cabral. A aquisição foi precedida de um exame e avaliação realizados por uma comissão composta por João Marques d'Oliveira, A. A. Rocha Peixoto e Joaquim de Vasconcelos, que elaborou um documento, "Relatório, e Parecer", seguido de inventário e avaliação das colecções, que integravam diversas secções: cerâmica, mobiliário, vidros e cristais, ourivesaria e objectos vários. Da colecção de cerâmica foi feito um catálogo em 1909, por Joaquim de Vasconcelos, intitulado "Catálogo da Cerâmica Portuguesa (Antiga colecção A. M. Cabral)", cuja numeração foi a considerada nos "Números de inventário anteriores". As peças foram incluídas no inventário geral do Museu Municipal do Porto de 1938/39, cujo acervo foi depositado no Museu Nacional de Soares dos Reis em 1940/41, conforme o disposto no Decreto-Lei 27/879 de 21 de Julho de 1937.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica