MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quinta-feira, 7 de julho de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE INVENTÁRIO
Museu:
Palácio Nacional da Pena
N.º de Inventário:
PNP2761
Supercategoria:
Arte
Categoria:
Vidros
Denominação:
Painel de vitral
Título:
Santo Ulrico
Centro de Fabrico:
Alemanha
Datação:
XV d.C. - XVI d.C.
Matéria:
Vidro
Técnica:
Vidro incolor e vidro corado na massa. Pintura a grisalha e amarelo de prata.
Dimensões (cm):
altura: 68; largura: 40;
Descrição:
Painel de vitral com a representação de Ulrich de Augsburgo virado a três quartos em vidro incolor e vidro corado na massa com pintura a grisalha e amarelo de prata, A figura é emoldurada por vidros corados na massa – azul, amarelo/alaranjado e tonalidades vermelhas escuras, como que delineando um nicho. * * * Bispo e líder da igreja católica romana na Alemanha, Ulrich é o primeiro santo canonizado da história pelas mãos do Papa João XV a 4 de Julho de 923. Nesta representação, Ulrich enverga roupas bispais, uma túnica branca comprida sobre a qual veste um casulo de cor púrpura com debruado inferior a laranja. Por cima deste traje, possui um longo manto azul forrado a vermelho, sobre o qual tem uma sobrepeliz amarela decorada com pequenos enrolamentos e um debruado de pérolas que lhe cobre os ombros. * * * Ulrich segura na mão esquerda o báculo da sua condição eclesiástica, enquanto na mão direita assenta um livro sobre o qual repousa um peixe, atributos que remetem para a sua obra e milagre. Na cabeça descansa a mitra bispal, por detrás da qual se encontra representado o nimbo que confere ao bispo Ulrich entidade de santo. * * * Na base da composição, inscrito numa reserva rectangular, pode ler-se o ano (DECANVS) de M.D.XL.VI.
Incorporação:
Transferência - Transferido após 1910 do Palácio da Necessidas para o Palácio Nacional da Ajuda, onde permaneceu até 1949, quando foi transferido para o Palácio Nacional da Pena.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica