MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
segunda-feira, 28 de setembro de 2020    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE ENTIDADE
Museu:
Denominação:
Roque Gameiro, Raquel
Tipo:
Autor
Nascimento:
Lisboa, 15/08/1889
Óbito:
Lisboa, 00/00/1970
Biografia:
Pintora portuguesa dedicou-se especialmente à ilustração. Nasceu em Lisboa em 15 de Agosto de 1889 e faleceu, na mesma cidade, em 1970. Filha do aguarelista Alfredo Roque Gameiro e de Maria da Assunção de Carvalho Forte Roque Gameiro, casou com Jorge Ottolini. A aprendizagem artística decorreu no atelier de seu pai e na sua esteira registou com especial interesse os costumes saloios dos arredores de Lisboa. No entanto, cedo afirmou uma específica personalidade artística sendo, mais tarde, bolseira do Instituto de Alta Cultura. Estreou-se como ilustradora de Contos tradicionais portugueses de Ana de Castro Osório, publicação destinada às crianças, notando-se nessas composições claras influências da ilustração inglesa. Por este trabalho recebeu prémio internacional do Petit journal illustré de la jéunesse. Ilustrou O Mandarim de Eça de Queirós, alguns contos infantis de António Sérgio e muitos outros livros. De resto, houve quem lhe atribuísse o epíteto de Kate Greenaway portuguesa. Participou, em 1909, na exposição da Sociedade Nacional de Belas-Artes sendo distinguida com uma menção honrosa e no ano seguinte alcançou uma terceira medalha. Em 1911, conjuntamente com os seus irmãos Helena e Manuel, realizaram com Alfredo Roque Gameiro uma exposição no conhecido atelier da rua D. Pedro V. Obteve uma segunda medalha na S.N.B.A., em 1919, e a primeira medalha em 1929, recebendo, no ano seguinte, a medalha de honra e mais tarde o hors concours. Recebeu o primeiro e o segundo prémios do concurso aberto pela Imprensa Nacional para desenho do Ex-Libris, em 1925. Em 1933 com Alfredo e Helena Roque Gameiro organizaram uma exposição conjunta no Porto. Através do patrocínio de Ruy Ulrich, Raquel Gameiro expôs, em 1935, na Casa de Portugal, em Londres, sendo em seguida convidada e participando na Society of Women Artists Exhibition. Exibiu trabalhos na Exposição de Artistas Portugueses organizada pelo Ministério da Educação no Rio de Janeiro, em 1945, e no mesmo ano expôs ainda no Salão Internacional de Aguarela Hispano-Português, em Madrid. Ilustrou vários manuais escolares bem como o primeiro Livro único editado pelo então Ministério da Educação Nacional. Foi igualmente autora do primeiro Livro do bébé, que obteve assinalável êxito editorial. Colaborou em diferentes periódicos entre os quais no Diário de Notícias, O Século; O Comércio do Porto, Os Serões e Eva.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica