MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
sexta-feira, 3 de fevereiro de 2023    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE ENTIDADE
Museu:
Denominação:
Palla, Victor
Tipo:
Autor
Nascimento:
Lisboa, 1922
Óbito:
Lisboa, 2006
Biografia:
Arquitecto, gráfico, pintor, ceramista e escritor. A sua actividade cultural foi multifacetada quer em termos criativos, quer na criação e gestão de iniciativas culturais diversas. Em meados dos anos 40 expôs e foi um dos principais promotores das Exposições Independentes que deram a conhecer uma nova geração de artistas como Fernando Lanhas, Júlio Pomar ou Nadir Afonso. Em 1949 organizou com José Cardoso Pires a colecção de bolso Os Livros das Três Abelhas, no âmbito da Editorial Gleba, caracterizada pela edição de autores habitualmente censurados pelo regime, como foi o caso do romance do próprio José Cardoso Pires, Histórias de Amor em 1952. Durante dez anos, entre 1946 e 1956, foi um dos principais mentores e organizadores das Exposições Gerais de Artes Plásticas, acontecimento marcante no panorama da arte e da cultura portuguesa no Estado Novo, não só pela sua ligação ao movimento neo-realista como pela forte carga ideológica e de oposição política ao regime, iniciativa apoiada pelo Movimento de Unidade Democrática (MUD). Exerceu actividade regular como crítico e ensaísta de arte em algumas das mais importantes revistas da época como a Seara Nova. Na área da arquitectura trabalhou durante 25 anos em parceria com o arquitecto Bento d’Almeida, sendo responsáveis por algumas das obras mais emblemáticas da arquitectura portuguesa, como os cafés Galeto, o Carrossel e o Piquenique em Lisboa, ou o Cunha no Porto, e ainda a aldeia das Açoteias no Algarve. Como fotógrafo a sua parceria com o arquitecto Costa Martins tornar-se-ia emblemática, com o projecto Lisboa, cidade triste e alegre, (um dos grandes acontecimentos da fotografia portuguesa do século XX), que resultou numa exposição e livro em 1958 e 1959, respectivamente, sendo distinguido internacionalmente, em 2001, como um dos melhores livros do século XX. Em, 1992 a sua obra fotográfica foi objecto duma exposição retrospectiva no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian. Foi-lhe atribuído o Prémio Nacional de Fotografia em 1999, pelo Centro Português de Fotografia.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica