MatrizNet

 
Logo MatrizNet Contactos  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
quarta-feira, 26 de janeiro de 2022    APRESENTAÇÃO    PESQUISA ORIENTADA    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES ONLINE    NORMAS DE INVENTÁRIO 

Animação Imagens

Get Adobe Flash player

 


 
     
     
 
FICHA DE ENTIDADE
Museu:
Denominação:
Harrington Sena, Eduardo
Tipo:
Autor
Nascimento:
Lisboa, 1923
Óbito:
Lisboa, 2007
Biografia:
Foi engenheiro da Companhia União Fabril (CUF), um dos mais importantes complexos fabris europeus entre a década de 30 e 70 do século XX. O seu interesse pela fotografia surgiu na década de 40 e seria no contexto da própria CUF que viria a desenvolver actividades nesta área. Veio a ser um dos principais dinamizadores da Secção de Fotografia do Grupo Desportivo daquele complexo fabril, organizando em conjunto com Vítor Chagas dos Santos o Salão Internacional de Arte Fotográfica daquela organização, realizado a partir de 1951. Foi igualmente de sua iniciativa a criação no Jornal do Barreiro de uma secção de fotografia, publicada entre 1954 e 1957, em que o grande destaque era a fotografia amadora e as actividades de todas as associações nacionais a ela dedicadas, assim como a publicação de artigos de opinião e conselhos técnicos. Na década de 60, chegou a ser director do referido jornal. Foi ainda no âmbito da CUF que organizou e coordenou a edição de um dos álbuns ilustrados mais importantes daquela empresa, “50 anos da CUF no Barreiro”, editada em 1958 pelos Estúdios Côr, que contou também com a participação do fotógrafo Augusto Cabrita. A sua actividade como dinamizador da fotografia amadora estendeu-se ainda ao Foto-Clube 6x6 de Lisboa, exercendo a função de júri em muitos dos salões de fotografia organizados por esta associação, e a revistas da especialidade, como Fotografia, publicando artigos em que tecia considerações sobre a arte fotográfica ou sobre a organização e critérios dos salões. Participou ele próprio em dezenas de salões e concursos fotográficos nacionais e internacionais, tendo-lhe sido atribuída a mais alta distinção neste âmbito, o prémio Excellence da Féderation Internationale de Photographie (FIAP), em 1962. Os seus interesses compreenderam ainda o cinema, tendo sido um dos fundadores do Cine Clube do Barreiro e programador das sessões no Cinema Ginásio, naquela mesma cidade.
 
     
     
   
     
     
     
 
Secretário Geral da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica